FII CPTS11 eleva em 10% os rendimentos para seus 133 mil cotistas em janeiro

FII CPTS11 eleva em 10% os rendimentos para seus 133 mil cotistas em janeiro
Prédios. Foto: Pixabay

Os cotistas do fundo imobiliário CPTS11 vão receber em janeiro dividendos no valor de R$ 1,10 por papel.

Segundo comunicado divulgado pelo FII CPTS11, os rendimentos serão pagos no dia 19. Serão contemplados os cotistas posicionados no fundo no fim da sessão desta quarta-feira (12). A partir de amanhã (13), o fundo passa a ser negociado sem direito ao benefício.

A distribuição anunciada hoje é referente ao mês de dezembro, e representa um aumento de 10,0% em relação aos últimos rendimentos.

No mês passado, os dividendos do CPTS11 somaram R$ 1,00 por cota. Com isso, o dividend yield do fundo foi de 1,02% para 1,12% nesta comparação. O dividend yield do fundo nos últimos doze meses é de 13,56%.

O fundo é um FII de Fundo de Papel, categoria de fundo imobiliário que investe em FIIs como TRXF11, GTLG11 e o TRXB11, além de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). Ele foi constituído em janeiro de 2014, e é administrado pelo BTG Pactual.

Veja os detalhes abaixo:

FII Capitania Securities II (CPTS11)

  • Rendimento: R$ 1,10
  • Data de corte: 12/01/2022
  • Data do pagamento: 19/01/2022
  • Rendimento (dividend yield): 1,12%

Saiba tudo sobre o CPTS11

O público-alvo do CPTS11 são Investidores em Geral. Atualmente, a taxa de administração do CPTS11 é de 1,05% ao ano.

Com patrimônio líquido de R$ 2.650.260.334, este FII conta com 132.912 investidores, que detêm 27.972.629 cotas.

O patrimônio líquido por cota é de R$ 94,74. Este indicador é muito usado para os investidores que querem saber o valor real das cotas de um FII. Ao dividir o preço da cota pelo preço do valor patrimonial (P/VP), é possível saber se o ativo está cotado acima ou abaixo do seu valor patrimonial. A depender do contexto, isso pode ser uma oportunidade para o investidor. Em momentos de crises, por exemplo, muitos FIIs são negociados abaixo do valor patrimonial devido à aversão dos investidores ao risco. Já um P/VP abaixo de 1 pode indicar que o mercado está vendo alguma desvantagem naquele ativo.

O CPTS11 faz parte do IFIX, principal índice do setor. Sua liquidez média diária é de R$ 7.611.306,68.

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!