Resultados do 2T22

Feriados em abril: o que abre em São Paulo na Páscoa e em Tiradentes em 2022

Feriados em abril: o que abre em São Paulo na Páscoa e em Tiradentes em 2022
Feriado: depois de abril, o próximo feriado prolongado acontece em 16 de junho, uma quinta-feira, quando é celebrado Corpos Christi. A data, contudo, não é considerada feriado nacional. Foto: Pixabay

Para quem esperava ansiosamente pelo mês de abril, que conta com dois feriados, o momento chegou. Nos dias 15 e 21 de abril a Bolsa brasileira, B3 (B3SA3), o Tesouro Direto e os bancos não funcionarão.

As repartições públicas da capital paulista e do estado de São Paulo também estarão suspensas. Apenas os serviços essenciais prestados continuarão em plena operação, caso do setor da saúde.

Vale lembrar que em São Paulo e no Rio de Janeiro os desfiles de escolas de samba, que aconteceriam no fim de fevereiro, foram adiados por conta do avanço da variante ômicron da covid e acontecerão nos dias 22 e 23 de abril, durante o feriado de Tiradentes.

Confira, a seguir, como funcionam as negociações na Bolsa e o funcionamento dos bancos nos feriados neste mês:

Bolsa

De acordo com o calendário da Bolsa brasileira, a B3, não haverá pregão nos dias 15 e 21 de abril.

Não haverá negociação nos mercados de renda variável, renda fixa privada, ETF de renda fixa e de derivativos listados, bem como no mercado de empréstimo de ativos. O registro de operações de títulos do agronegócio e as movimentações na Central Depositária de Renda Variável da B3 estarão suspensos nas datas.

Também não haverá negociação no mercado de títulos públicos federais, nem contratação, compensação, movimentação de garantias e liquidação por intermédio da Câmara de Câmbio B3.

Tesouro Direto

Assim como a Bolsa, não haverá mercado para negociação de títulos públicos no Tesouro Direto nos dias 15 e 21 de abril.

Bancos

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), não haverá atendimento ao público nas agências bancárias nos feriados de Sexta-feira da Paixão, em 15 de abril, e Tiradentes, comemorado em 21 de abril. Já na sexta-feira 22 de abril o atendimento ao público acontecerá normalmente.

As áreas de autoatendimento, contudo, ficarão disponíveis para os clientes nos dias em que não houver expediente bancário nas agências, assim como os canais digitais e remotos de atendimento (internet e mobile banking).

“Os atendimentos pelo celular, pelo computador e telefônico (call centers) estão disponíveis e oferecem praticamente a totalidade das transações financeiras do sistema bancário. Graças ao expressivo investimento dos bancos em tecnologia e automação (R$ 25,7 bilhões em 2020), os canais eletrônicos assumiram a condição de canal mais utilizado para as transações bancárias, por ser uma alternativa prática e extremamente segura”, afirma Walter Tadeu de Faria, diretor-adjunto de serviços da Febraban, em nota.

Como ficam as contas?

Ainda de acordo com a Febraban, contas de consumo (água, energia, telefone, etc.) e carnês com vencimento nos dias 15 e 21 de abril poderão ser pagos, sem acréscimo, no próximo dia útil aos feriados, ou seja, nos dias 18 e 22 de abril.

“Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão é antecipar o pagamento ou, no caso dos títulos que têm código de barras, agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos”, destaca a Febraban.

Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via Débito Direto Autorizado (DDA).

Feriados prolongados chegando ao fim em 2022

Com muitos feriados nacionais caindo em finais de semana e nas quartas-feiras, inviabilizando a tradicional “emenda”, o calendário de 2022 decepcionou quem fazia planos para viajar nas folgas do trabalho.

Depois de abril, o próximo feriado prolongado acontece em 16 de junho, uma quinta-feira, quando é celebrado Corpos Christi. A data, contudo, não é considerada feriado nacional e, portanto, os governos locais decidem sobre a possibilidade de decretar ponto facultativo.

O próximo feriado nacional – e o último do ano – acontece apenas em novembro, no dia 15, uma terça-feira, data da Proclamação da República.

Bloomberg Línea

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO