EzTec (EZTC3) e BR Partners (BRBI11) vão pagar R$ 60,6 milhões em dividendos; veja valor por ação

A Eztec (EZTC3) e a BR Partners (BRBI11) vão pagar, ao todo, R$ 60,6 milhões em dividendos aos seus acionistas. A primeira pagará R$ 19,7 milhões e a outra, R$ 40,9 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

De acordo com fato relevante da Eztec, o valor dos proventos por ação será de R$ 0,09, que serão pagos em 31 de agosto.

Apenas os investidores com ações da Eztec no dia 16 de agosto terão direito de receber os rendimentos. A partir do dia 17 de agosto, as ações serão negociadas sem direito aos dividendos.

Segundo documento arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), esses proventos fazem parte dos dividendos obrigatórios do exercício de 2022.

Já a BR Partners divide o valor por ação de seus dividendos da seguinte forma:

O pagamento será efetuado no dia 28 de agosto.

Somente investidores com ações da BR Partners no dia 18 de agosto terão direito de receber os rendimentos. A partir do dia 19 de agosto, as ações serão negociadas sem direito aos dividendos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

A BR Partners destaca que os dividendos fazem parte dos dividendos obrigatórios do exercício de 2022, se referindo ao primeiro semestre do ano.

Dividendos da Eztec

  • Valor total: R$ 19.741.378,18
  • Valor por ação: R$ 0,09050459394
  • Data de corte: 16 de agosto
  • Data do pagamento: 31 de agosto
  • Rendimento (dividend yield):  3,14%

Dividendos da BR Partners

  • Valor total: R$ 40.948.324,56
  • Valor por ação: R$ 0,13 para ordinárias e preferenciais e R$ 0,39 para units
  • Data de corte: 18 de agosto
  • Data do pagamento: 25 de agosto
  • Rendimento (dividend yield): 5,24%

BR Partners: responsável por leilão de US$ 500 milhões em ativos de Eike Batista

A Justiça de Minas Gerais divulgou que a BR Partners (BRBI11) vai liderar a venda dos ativos de Eike Batista, estimados em mais de US$ 500 milhões, incluindo debêntures valendo US$ 350 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

A venda dos ativos foi determinada pela 1ª Vara Empresarial de Belo Horizonte. Os recursos captados serão usados para pagar os credores da MMX Sudeste.

O presidente da BR Partners, Ricardo Lacerda, disse ao Valor Econômico que alguns interessados pelos ativos em leilão incluem investidores estratégicos do setor de mineração, fundos de investimentos, fundos soberanos, fundos que investem em royalties e fundos de situações especiais.

O edital aponta que já existe uma proposta de US$ 350 milhões, justamente o piso estabelecido para o processo. Lacerda destaca que ainda é possível alcançar cifras muito maiores do que os US$ 500 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

As debêntures foram lançadas em 2008, devido à cisão da MMX, a partir de uma venda de uma fatia do Sistema Minas-Rio para a Anglo American. Eike Batista possui 95% desses ativos.

Em termos de precificação, a BR Partners está considerando usar como sinalização os eurobonds longos da Anglo American, de 30 a 35 anos, com clareza a respeito de qual taxa de juros eles pagam.

Cotação da Eztec e BR Partners

No pregão de hoje, a ação da BR Partners subiu 2,66%, cotada a R$ 15,45. No ano, o papel acumula alta de 9,57%.

Já as ações da Eztec caíram 4,06%, cotadas a R$ 18,21. E, por fim, no acumulado de 2022, o papel cai 6,13%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião