EUA: Joe Biden confirma Brian Deese como seu principal assessor econômico

EUA: Joe Biden confirma Brian Deese como seu principal assessor econômico
EUA: Joe Biden confirma Brian Deese como seu principal assessor econômico

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou nesta quinta-feira (3) que Brian Deese será o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca em seu governo, a partir de janeiro de 2021.

Diante disso, ao assumir o cargo, Deese irá liderar a condução da agenda econômica de Biden, que terá como principal desafio ajudar na recuperação da economia, diante da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

“Brian é um dos funcionários públicos mais experimentados e mais talentosos do país — uma voz de confiança com a
qual posso contar para nos ajudar a acabar com a crise econômica em curso, construir uma economia melhor que
atenda a todos e enfrentar a ameaça existencial da mudança climática de uma forma em que criamos empregos bem
remunerados nos EUA”, informou Biden na nota.

Vale ressaltar que no governo de Barack Obama, Deese foi um dos principais responsáveis pelas negociações do Acordo de Paris. Após deixar seu cargo na Casa Branca, o futuro assessor econômico foi trabalhar para a BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, como chefe global de investimentos sustentáveis.

Equipe de Biden confirma Janet Yellen como secretária do Tesouro dos EUA

A equipe do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou no dia 30 de novembro, por meio de comunicado, a indicação de Janet Yellen, ex-presidente do Federal Reserve (Fed), para comandar o Tesouro dos EUA a partir do próximo ano.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A indicação da secretária do Tesouro havia sido divulgada na semana passada pela imprensa americana, impulsionando uma alta nos mercados acionários, já que a ex-presidente do Fed deve defender mais estímulos fiscais. Yellen será a primeira mulher a comandar o Tesouro.

A ex-presidente do Fed escreveu em sua conta oficial no Twitter que os Estados Unidos enfrentam “grandes desafios como país”.

“Para nos recuperarmos, devemos restaurar o sonho americano – uma sociedade onde cada pessoa pode atingir seu potencial e sonhar ainda mais alto para seus filhos”, afirmou Yellen. “Como secretária do Tesouro, trabalharei todos os dias para reconstruir esse sonho para todos”, acrescentou, após anúncio da equipe econômica de Biden.

Com informações do Estadão Conteúdo

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião