Embraer (EMBR3) e estatal da Arábia Saudita assinam acordo no setor de defesa e segurança

A Embraer (EMBR3) e a Saudi Arabian Military Industries (Sami), estatal de defesa da Arábia Saudita, assinaram um memorando de entendimento para cooperar em defesa e segurança. O acordo também visa promover o cargueiro C-390, da fabricante brasileira.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Em comunicado, a Embraer afirmou que as empresas trabalharão para estabelecer uma ampla capacidade de manutenção das aeronaves da fabricante brasileira no país. Neste sentido, ambas também têm como alvo o estabelecimento de um centro regional de manutenção, reparo e revisão, além de uma linha de montagem final para a aeronave na Arábia Saudita.

O acordo também visa expandir a presença operacional de ambas as companhias no país do Oriente Médio e prestar apoio ao ministério da defesa do reino. A Embraer e a Sami se engajarão ainda em atividades de treinamento, que possibilitarão a abertura de novas oportunidades no setor aeroespacial na região.

Embraer (EMBR3): lucro líquido ajustado chega a R$ 167 milhões no terceiro trimestre

A Embraer reportou lucro líquido ajustado de R$ 167,1 milhões no terceiro trimestre de 2023 (3T23), aumento de 34% frente ao lucro de R$ 124,3 milhões registrado no mesmo período do ano passado.

De abril a junho, considerando o resultado atribuído aos acionistas, a Embraer registrou um lucro de R$ 304,5 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 160,4 milhões reportados no terceiro trimestre de 2022.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 660,4 milhões no terceiro trimestre, representando alta ante os R$ 282,1 milhões de julho a setembro do ano passado.

Com isso, a margem Ebitda ficou positiva em 10,5% no período, ante 5,8% um ano antes.

Já o Ebitda ajustado da Embraer foi de R$ 736,7 milhões no trimestre, alta de 51,8% em comparação com o mesmo período de 2022. Assim, a margem Ebitda ajustada ficou em 11,7% ante os 10% registrados no terceiro trimestre do ano anterior.

A Embraer entregou 43 jatos no terceiro trimestre, sendo 15 comerciais e 28 executivos (19 leves e 9 médios). O número total de entregas cresceu em 30% comparado ao 3T22.

receita líquida da Embraer foi de R$ 6,296 bilhões no período de julho a setembro de 2023, aumento de 29% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, devido aos maiores volumes na aviação comercial, que teve 57% de aumento.

A unidade de defesa e segurança cresceu 30% no período, enquanto a aviação executiva e serviços e suporte apresentaram expansões de 18% e 15%, respectivamente.

carteira de pedidos firmes da Embraer encerrou o 3T23 em US$ 17,8 bilhões, o maior nível em um ano, impulsionado pelo aumento das vendas na aviação comercial.

Não há alteração no guidance da Embraer para 2023 tanto para entregas quanto para resultados financeiros, disse a empresa.

Na última quarta-feira (1), a Embraer informou que concluiu a transação entre a controlada da companhia, Tempest, e a Serasa, por US$ 45 milhões, após o cumprimento de condições, entre elas aprovações concorrenciais. O objetivo foi a venda da AllowMe, unidade de negócios da Tempest dedicada a software antifraude.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Desempenho das ações da Embraer

Cotação EMBR3

Gráfico gerado em: 29/11/2023
5 Dias

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião