Dólar chega a R$ 5 no mercado futuro com impulso dos Treasuries e aguardo do PCE

O dólar resolveu encerrar fevereiro em alta. Nesta quinta-feira (29), as referências para os ativos são diversas, mas prevalece a expectativa pela divulgação do índice de preços PCE nos Estados Unidos, às 10h30, principal termômetro de inflação acompanhado pelo Federal Reserve.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Enquanto isso, o mercado de câmbio se divide entre influências externas e a disputa pela última taxa Ptax do mês, que servirá de referência para liquidação e rolagem de contratos futuros.

Os juros dos Treasuries sobem em toda a curva nesta manhã de expectativa no mercado americano, que aguarda para saber se o PCE também vai reforçar a percepção de que o Fed não terá pressa em começar a cortar juros nos EUA. Com isso, o dólar já sobe majoritariamente ante moedas de países emergentes e exportadores de commodities nesta manhã.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Agenda Brasil

Na agenda doméstica, destaque neste início de dia para os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ela mostrou que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 7,6% no trimestre encerrado em janeiro. O resultado ficou abaixo da mediana das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, de 7,8%.

Às 9h46 desta quinta-feira, o dólar à vista era cotado a R$ 4,9895, em alta de 0,39%. O dólar futuro para abril avançava 0,45%, para R$ 5,0040.

Com informações de Estadão Conteúdo.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Tags
Camila Paim

Compartilhe sua opinião