URGENTE

Dia dos Pais: nada de camisa ou pijama; investimento pode ser um presente original

Dia dos Pais: nada de camisa ou pijama; investimento pode ser um presente original
Foto Pixabay

Roupas, calçados, eletrônicos, acessórios diversos, todos são presentes comuns para o Dia dos Pais -, mas já pensou em dar investimentos? Diferente dos presentes de sempre, dar um ativo rentável é mais original, e ainda por cima pode abrir portas para a vida financeira do seu pai.

É muito comum nos Estados Unidos os pais abrirem um investimento de longo prazo quando os filhos nascem. Por aqui, anos atrás os progenitores faziam o mesmo, mas com cadernetas de poupança. Hoje em dia, não é mais tão comum.

Isso porque, nos últimos tempos, educação financeira entrou no radar dos brasileiros e tornou-se conhecimento comum que a poupança não é lá o melhor investimento possível.

“O que vemos é um choque de gerações no mercado financeiro. Hoje, os filhos estão mais atentos e sabem mais de investimentos do que muitos pais”, diz André Massaro, educador financeiro. É por isso que a oferta de um ativo vindo de um filho no Dia dos Pais pode causar tanto impacto.

O SUNO Notícias conversou com especialistas de educação financeira e analistas de investimentos para trazer algumas ideias. Confira:

Novos caminhos neste Dia dos Pais

“É muito simbólico pensar em filhos presenteando pais com ativos financeiros”, diz Mayra Lima, especialista em investimentos da corretora Guide Investimentos. Ela acredita que a escolha vem atrelada às possibilidades que o presente pode trazer.

“Com isso, os filhos podem incentivar os pais para determinados investimentos que acreditam ser mais rentáveis. Muito no sentido de apresentar ativos novos, uma nova perspectiva dentro do mercado financeiro”, diz a especialista.

Dentro das possibilidades de renda variável, Lima indica posições acionárias e fundos de investimentos imobiliários (FIIs). Já na renda fixa, títulos públicos e debêntures incentivadas são boas opções para presente de Dia dos Pais.

“Fundos imobiliários são uma boa opção quando se pensa nos pagamentos mensais. Além de apresentar o investimento, ele vem atrelado a um complemento de renda que é interessante”, diz Lima.

A especialista da Guide também cita ações que são boas pagadoras de dividendos e títulos públicos com juros semestrais para os interessados em investir neste presente para a data comemorativa.

Indicação de FIIs e ações para presentear

“Os fundos imobiliários são o investimento ideal para presentear os pais, pois oferecem baixa volatilidade, renda passiva e expectativa de valorização ao longo do tempo”, de acordo com Luis Sales, analista da Guide.

Para o Dia dos Pais, Sales recomenda fundos com perfil menos volátil e de longo prazo, como:

  • BTLG11 – BTG Pactual Logística
  • CPTS11 – Capitânia Securities II
  • HGCR11 – CSHG Recebíveis Imobiliários

Em relação às ações para presentar, Mayra Lima comenta que a estratégia precisa levar em conta o momento de vida do pai a ser presenteado. “Estamos falando de diferentes gerações. Pais jovens podem pensar mais em longo prazo, enquanto para outros, pode ser mais interessante a estratégia de dividendos.”

Nos últimos meses, temos visto o Ibovespa, principal índice de ações da B3, passar por grande volatilidade. O avanço da variante Delta no estrangeiro, tensões políticas internas e a inflação influenciam o IBOV.

“Este presente de Dia dos Pais não tem como objetivo resolver a vida financeira deste pai, mas sim quebrar preconceitos, encorajar a mudar um pouco o mindset sobre investimentos”, acrescenta a especialista.

Neste sentido, a recomendação de Sales focada em dividendos apresenta as seguintes empresas:

Dia dos Pais mais rico

Para quem considerar a ideia de dar ativos financeiros muito ousada, André Massaro recomenda que comece aos poucos. “Outra sugestão seria dar algo relacionado ao universo de investimentos, como um livro ou um curso voltado para o momento deste pai, seja iniciante ou experiente”, indica o educador financeiro.

Lima destaca que dar investimentos de presente de Dia dos Pais não é como dar produtos como roupas e calçados, que você entrega, pronto, acabou.

“É partilhar uma experiência. Ao oferecer um incentivo em investir, esse filho tem que caminhar junto, compartilhar o que sabe e criar um ambiente de diálogo e aprendizado.”

Para a especialista, a iniciativa deste presente de Dia dos Pais de um filho é um estímulo forte pela carga emocional embutida no oferta. “Dinheiro é assunto importante e sempre pode aproximar a família.”

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!