Destaques de empresas: Raia Drogasil; Havan; Telefônica; Porto Seguro; Localiza; Smiles

Destaques de empresas: Raia Drogasil; Havan; Telefônica; Porto Seguro; Localiza; Smiles
Fachada de farmácia Raia Drogasil. (foto: divulgação)

Nos destaques de empresas desta quarta-feira (28), chamam atenção os resultados trimestrais divulgados por grandes companhias. Entre elas estão: Raia Drogasil e Telefônica. Além disso, há informações sobre a distribuição de Juros Sobre Capital Próprio (JCP) da Porto Seguro e a possível retomada do IPO da Havan em 2021.

Confira os destaques de empresas desta quarta:

Raia Drogasil

A Raia Drogasil (RADL3) apresentou seus resultados referentes ao terceiro trimestre, na última terça-feira (27). O lucro líquido ajustado da empresa ficou em R$ 172,9 milhões. O valor representa um crescimento de 13,4% frente ao mesmo período de 2019, quando a empresa teve lucro de R$ 152,4 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou em R$ 397,1 milhões no 3T20. O número equivale a um avanço de 10,5% ante o mesmo intervalo de 2019.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Havan

A Havan deverá retomar seu projeto de oferta inicial de ações (IPO) em 2021, em busca da avaliação que não conseguiu obter em 2020, de acordo com o jornal Estadão. A varejista, comandada pelo empresário Luciano Hang, não conseguiu convencer o mercado em 2020 de que deveria chegar à Bolsa avaliada em R$ 70 bilhões.

Telefônica

A Telefônica Brasil (VIVT4), controladora da Vivo, apresentou, na última terça-feira (27), seus resultados trimestrais. A companhia teve lucro líquido de R$ 1,212 bilhão no terceiro trimestre de 2020. A alta na comparação ano a ano foi de 25,5%, devido ao melhor resultado financeiro e menor despesas com impostos no trimestre.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Telefônica fechou o trimestre em R$ 4,322 bilhões, com uma queda de 4,8% em comparação com o terceiro trimestre de 2019.

Porto Seguro

A Porto Seguro (PPSA3) aprovou, também na última terça, a distribuição de R$ 180 milhões em juros sobre capital próprio (JCP) relativos ao segundo semestre de 2020. Os investidores com a ação da seguradora em carteira no fechamento desta semana terão direito a receber R$ 0,5596 brutos por papel detido. O valor está sujeito ao pagamento de alíquota de 15% de imposto de renda, totalizando uma distribuição líquida de R$ 0,47568 por papel.

Localiza

A rede brasileira Localiza (RENT3) apresentou seus resultados do terceiro trimestre deste ano na última terça. De acordo com o relatório, a empresa registrou um lucro líquido de R$ 325,5 milhões, ante R$ 204,7 milhões do mesmo período de 2019, representando uma alta de 59%.

Smiles

A Smiles (SMLS3) foi outra empresa que comunicou seus resultados do terceiro trimestre na última terça. A empresa registrou um lucro líquido de R$ 50,2 milhões entre julho e setembro deste ano, revertendo o prejuízo de R$ 350 mil anotado no segundo trimestre. Já a receita líquida da Smiles teve alta de 136,7% no trimestre finalizado em setembro, ficando em R$ 133,9 milhões, ante R$ 56,6 milhões no trimestre anterior.


Carrefour

O Grupo Carrefour Brasil (CRFB3) informou que suas vendas brutas consolidadas tiveram alta de 29,9% no terceiro trimestre de 2020, chegando a R$ 19,3 bilhões. O Grupo Carrefour registrou um crescimento de vendas “mesmas lojas” (SSS, na sigla em inglês) de 26% entre julho e setembro, um recorde desde o início da série histórica.

“A redução das medidas restritivas de circulação no Brasil e os sinais de desaceleração da pandemia do covid-19 levaram a uma normalização do comportamento do consumidor. De forma geral, o nível de engajamento dos clientes continuou aumentando”, informou o Carrefour.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Com informações do Estadão Conteúdo

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião