CVC (CVCB3) é vítima de ataque hacker; site está inoperante

CVC (CVCB3) é vítima de ataque hacker; site está inoperante
CVC figurou dentre as maiores quedas no início de outubro, após sofrer ataque hacker- Foto: Reprodução/Site CVC Corp

A CVC (CVCB3) informou que foi vítima de um ataque hacker neste sábado (2). Em nota enviada à imprensa, a companhia disse ter ativado com prontidão “todos os seus protocolos de segurança” e que está “atuando de forma diligente para mitigr os efeitos do ocorrido e preservar a continuidade dos seus negócios”. Contudo, até a manhã deste domingo (3), o site da empresa continuava inoperante. O site da CVC Corp, holding que controla as empresas do grupo, também está fora do ar. A CVC é uma das maiores empresas da América Latina no segmento de viagens.

“A CVC Corp lamenta o ocorrido e, em nome da transparência com clientes, colaboradores, parceiros, franqueados e com o mercado, manterá comunicações subsequentes assim que mais informações forem apuradas”, escreveu a empresa na nota enviada em que confirmou ter sofrido o ataque hacker.

Até o momento, não houve detalhamento sobre a natureza do ataque cibernético. A empresa também não explicou se houve danos e, se houve, qual a sua extensão.

Assim, a CVC se junta a um crescente grupo de empresas brasileiras tornadas alvos de crimes virtuais. Em agosto, a Lojas Renner (LREN3) também foi vítima de um ataque cibernético que conseguiu prejudicar por quatro dias as operações online da companhia. No caso da Renner, o hacker responsável pelo ataque teria optado pela modalidade conhecida como ransomware, quando dados são “raptados” e uma quantia é cobrada para que seja feito o resgate das informações.

Outras companhias como JBS (JBS3), Fleury (FLRY3) e Cyrela (CYRE3) também já sofreram com ataques cibernéticos.

Gregory Prudenciano

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!