Cury (CURY3) soma R$ 611,4 mi em vendas líquidas no 4T21, alta de 51,1%

Cury (CURY3) soma R$ 611,4 mi em vendas líquidas no 4T21, alta de 51,1%
Cury. Foto: Reprodução Facebook

A Cury (CURY3) divulgou nesta terça-feira (18) a prévia dos resultados operacionais do quarto trimestre de 2021. A empresa reportou vendas líquidas (em VGV) de R$ 611,4 milhões no trimestre, alta de 51,1% contra mesmo período de 2020, e queda de 10,4% na comparação trimestral.

No acumulado do ano, as vendas líquidas vendido foi de R$ 2,6 bilhões em 2021, indicando alta de 90,7% ante mesmo período do ano anterior.

Já o preço médio de vendas registrado no trimestre de referência foi de R$ 228,4 mil, representando crescimento de 17,0% a/a e um aumento de 4,0% t/t. A velocidade de vendas, medida pelo indicador de Vendas Sobre Oferta (VSO), no acumulado dos últimos 12 meses, foi de 72%. No 4T21, a VSO foi de 38%, registrando um aumento de 2,9 p.p. na comparação com o 4T20.

A companhia aponta que no 4T21 foram lançados 7 empreendimentos, sendo 4 localizados em SP e 3 localizados no RJ. No total, o VGV foi de R $788,1 milhões, aumento de 16,8% comparado ao 4T20. No acumulado de 2021, a Cury realizou 26 empreendimentos, destes 15 em São Paulo e 11 no Rio de Janeiro.

A empresa também registrou R$ 240,6 milhões no 4T21 no preço médio das unidades lançadas. O valor foi um aumento de 22,6% na comparação anual.

“O aumento de preços reflete a estratégia da companhia de continuar operando em sua maioria com as faixas mais altas do programa Casa Verde e Amarela, oferecer produtos nos níveis acima dos valores do teto do programa habitacional, a fim de preservar as margens de nossos produtos, perante a alta dos custos de insumos de construção”, afirmou a Cury, em relatório enviado à CVM.

Joint venture com Cury acelera os negócios da Cyrela (CYRE3)

Cyrela (CYRE3) divulgou em novembro o balanço do terceiro trimestre deste ano, registrando lucro líquido de R$ 238 milhões, uma queda de 83,1% em comparação ao lucro apurado um ano antes. Entre julho e setembro de 2020, a companhia apurou ganhos extraordinários pela abertura de capital das joint ventures Cury, Plano&Plano e Lavvi.

receita líquida da Cyrela no terceiro trimestre totalizou R$ 1,288 bilhão, alta de 10,7% na mesma base de comparação, refletindo o avanço de lançamentos, vendas e obras ao longo dos últimos trimestres. Já a margem bruta cresceu 2,1 ponto porcentual, para 34,7%.

Por sua vez, o resultado financeiro no penúltimo trimestre do ano foi positivo em R$ 9 milhões, montante 63,8% menor quando comparado ao apurado no mesmo intervalo em 2020.

A companhia apurou um impacto positivo de R$ 51 milhões na linha de equivalência patrimonial referente à participação nas joint ventures: R$ 21 milhões da Cury, R$ 13 milhões da Plano&Plano e R$ 17 milhões da Lavvi.

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO