Semana do Fiagro

CSN Mineração (CMIN3) pagará dividendos bilionários; veja valor por ação

A CSN Mineração (CMIN3) vai pagar R$ 2,52 bilhões em dividendos aos seus acionistas, segundo aviso divulgado nesta quarta-feira (18). O montante que integra um total de R$ 4,8 bilhões em proventos, sendo que R$ 2,3 bilhões já foram pagos aos Acionistas a título de antecipação de dividendos.

O valor dos proventos por ação será de R$ 0,45, que serão pagos já nesta quinta-feira (19).

Apenas os investidores com ações da CSN Mineração no dia 29 de abril terão direito de receber os dividendos. A partir do dia 2 de maio as ações passaram a ser negociadas sem direito aos dividendos.

Segundo documento arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), esses proventos fazem parte dos dividendos obrigatórios do exercício de 2021.

Dividendos da CSN Mineração

No pregão desta quarta (18), a cotação das ações CMIN3 cai 2,58%, cotada a R$ 4,16. No ano, o papel acumula baixa de 41%.

BB-BI inicia cobertura de CMIN3 e destaca dividendos

Um ano após a abertura de capital na Bolsa, a CSN Mineração entrou para a lista de cobertura de ações do BB Investimentos. Segundo relatório, o banco vê um cenário favorável para o minério de ferro ao longo do ano, além do resultado recorde que a empresa entregou em 2021.

Com isso, no início de cobertura, o BB-BI tem recomendação de compra para as ações CMIN3, da unidade de mineração da CSN, com preço-alvo de R$ 8,00 ao fim de 2022, equivalente a uma valorização de 37,2% em relação ao último fechamento (R$ 5,83).

Além do potencial de crescimento das ações, o banco também enxerga estratégias de retorno aos acionistas nos movimentos da empresa, via pagamento de dividendos e recompra de ações.

“Desde o IPO, a companhia distribuiu R$ 2,6 bilhões em proventos e tem uma proposta de distribuição de mais R$ 2,5 bilhões em dividendos. Se aprovada, atingirá um payout próximo de 80% sobre o lucro do exercício e um yield de 10,9% sobre o preço da ação no IPO, em linha com o estimado pela empresa durante a oferta”, destaca o relatório do BB Investimentos.

Além disso, os analistas também apontam os dois programas de recompra de ações da CSN Mineração: foram desembolsados R$ 650 milhões para recomprar cerca de 105 milhões de papéis CMIN3 (cerca de 18% das ações vendidas no IPO), que atualmente estão em tesouraria.

“Entendemos como positivos os movimentos de recompra, mas, se o ritmo de novos programas aumentar significativamente, podemos ver algum impacto na liquidez do papel. A empresa também está atenta a esse ponto”, pondera o relatório.

Segundo o BB Investimentos, apesar da desaceleração apresentada no 3T21 e 4T21, as perspectivas para o setor de minério de ferro continuam positivas para 2022, com a demanda aquecida e preços em patamares elevados.

“Além de esperarmos resultados ainda robustos para a CSN Mineração neste ano, acreditamos que a empresa está bem posicionada para capturar o potencial crescimento de demanda no longo prazo, sobretudo de minério de ferro de alta qualidade, em linha com a tendência global de descarbonização da indústria siderúrgica”, indicam os analistas em relatório.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO