CSN (CSNA3) vende parte das ações que detém da Usiminas (USIM5), diz jornal

CSN (CSNA3) vende parte das ações que detém da Usiminas (USIM5), diz jornal
Usiminas. Foto: Reprodução

Através de um leilão na Bolsa de Valores, a CSN (CSNA3) vendeu nesta sexta-feira (7) 56 milhões de ações preferenciais que possuía da Usiminas (USIM5). O movimento levantou cerca de R$ 1,3 bilhão e as informações são do jornal Estadão.

As ações vendidas pela CSN correspondem a 10% dos papéis preferenciais que a companhia possui da Usiminas. Fontes disseram ao jornal que a CSN deverá vender mais ações que possui de sua concorrente mineira, mas somente após um período de 45 dias, conforme foi combinado.

Além disso, as fontes afirmaram que a empresa comandada por Benjamin Steinbruch pretende manter os papéis ordinários que detém da Usiminas.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Ações preferenciais não dão ao seu portador direito a voto, ao contrário das ações ordinárias. Contudo, a CSN não pode exercer seus direito políticos em relação a Usiminas, por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), uma vez que as empresas são concorrentes.

Vale destacar também, que por determinação do Cade, a CSN devia vender as ações que possuía na sua concorrente mineira, mas o prazo para a companhia se desfazer dos papéis foi estendido frente a um período de alta desvalorização dos ativos.

Entretanto, atualmente as ações preferencias da Usiminas já acumulam uma alta de quase 400% no acumulado de 12 meses.

CSN vende fatia de sua subsidiária em IPO

Vale lembrar esse não foi o primeiro desinvestimento feito pela CSN em 2021, já que em fevereiro a companhia realizou a abertura de capital de sua unidade de mineração, que movimentou cerca de R$ 5,2 bilhões. Desse total, R$ 3,6 bilhões foram para o caixa da controladora, que vendeu parte de suas ações na operação.

Tais recursos, conforme prometeu a CSN a investidores e credores, devem ser utilizados para a redução da dívida da companhia, acima de R$ 30 bilhões.

Cotação da CSNA3 e USIM5

Por volta das 15h40 dessa sexta-feira, a ação da Usiminas (USIM5) operava em queda de 3,44%, valendo R$ 22,76. Já o papel da CSN (CSNA3) estava sendo negociado em queda de 0,46%, a R$ 50,28.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião