Criptomoeda Dogecoin dispara e já vale mais que Itaú (ITUB3)

Criptomoeda Dogecoin dispara e já vale mais que Itaú (ITUB3)
Dogecoin. Foto: marco Versh por Flickr

A criptomoeda Dogecoin voltou a chamar a atenção do mercado nesta sexta-feira (16), quando disparou e fez seu valor de mercado atingir US$ 46 bilhões (cerca de R$ 257,14 bilhões) Agora sua capitalização de mercado é maior que o de empresas como eBay, Barcleys, Itaú (ITUB3; ITUB4) e Bradesco (BBDC3; BBDC4), por exemplo.

Durante essa sexta-feira, a moeda estava sendo cotada a US$ 0,45 (cerca de R$ 2,51) ao passo que no acumulado de uma semana, a Dogecoin apresenta um avanço de mais de 460%. Só nas últimas 24 horas a criptomoeda cresceu quase 200%.


Essa moeda digital é diferente das outras, pois foi criada pelos engenheiros de software Billy Markus e Jackson Palmer como uma piada. O nome da moeda digital faz referência ao meme ‘Doge’, que é a foto de um cachorro Shiba Inu com algumas frases  aleatórias escritas com letras coloridas.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Elon Musk Tuíta sobre Dogecoin

A alta de hoje pode ter sido motivada por um tweet do diretor-executivo (CEO) da Tesla, Elon Musk, que dizia “Doge latindo para a lua”.

Esta não seria a primeira vez que Musk seria responsável pelo avanço da criptomoeda. Em fevereiro desse ano o fundador da SpaceX declarou seu apoio à moeda através de uma postagem no Twitter e poucas horas depois o ativo já subia mais de 50%.

Recentemente, Elon Musk vem preocupando especialistas do mercado financeiro por ter uma visível influência sobre o valor de ativos. O bilionário apenas este ano impulsionou ações como a da desenvolvedora de games CD Projekt, ao elogiar o Cyberpunk 2077, criado por ela,  da Etsy, ao elogiar o e-commerce especializado em artesanato, e da GameStop, ao incentivar o próprio movimento do Reddit.

No caso da Dogecoin, não é possível saber se Musk realmente gosta do ativo ou se solta frases de apoio como forma de humor. O bilionário sul-africano tem toda um histórico de gostar das piadas da internet, mas, ao mesmo tempo, já afirmou que essa criptomoeda é “de todas as pessoas por não precisar de muito capital para adquiri-lá”.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião