Cosan (CSAN3) rescinde acordo com a Porto Seguro (PSSA3) para joint venture de mobilidade

A Cosan (CSAN3) assinou a rescisão do Acordo de Investimento celebrado com a Porto Seguro (PSSA3), encerrando todas as tratativas para a potencial formação de uma joint venture para atuação em mobilidade, denominada “Mobitech”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Em fato relevante desta segunda-feira (21), a Cosan afirma que decidiu adotar uma diretriz mais conservadora com relação ao compromisso de investimentos, tendo em vista o agravamento da conjuntura macroeconômica, escalada das taxas de juros e aumento do custo de capital.

O documento ainda diz que a Cosan visa preservar a geração de valor a seus acionistas e priorizar a alocação de capital em seu atual portfólio de negócios.

A Porto Seguro também divulgou fato relevante e ressaltou que mantém sua estratégia de expansão do negócio de mobilidade “Carro Fácil”, no ramo de assinatura de veículos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Desde 2014, a seguradora afirma que já investiu mais de R$ 600 milhões neste empreendimento, e que permanece firme na estratégia de crescimento e diversificação dos negócios da companhia, “sempre primando pelo desenvolvimento de novos produtos e tecnologias inovadoras e na criação de valor para seus acionistas e demais stakeholders”.

Lucro da Cosan (CSAN3) cresce 58% no 4T21

O lucro líquido ajustado da Cosan (CSAN3) no quarto trimestre de 2021 foi de R$ 411,2 milhões, uma alta de 58,5% na comparação com o mesmo período de 2020. No acumulado de 2021, o registro do lucro líquido ajustado da Cosan praticamente dobrou, ficando em R$ 2,738 bilhões, um avanço de 91,5% em relação a 2020.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

Segundo o balanço da Cosan, parte dos ganhos vieram do desempenho da Compass – do setor de gás e energia -, porém foram parcialmente compensados pelo cenário mais desafiador enfrentado pela Rumo, em decorrência da quebra de safra do milho, e aumento das despesas financeiras.

O Ebitda pró-forma ajustado da companhia somou R$ 2,8 bilhões, queda de 6,1% ante o mesmo período de 2020, impactado pelos efeitos da quebra na safra de milho, mas parcialmente compensados pelos melhores resultados dos demais negócios.

A receita operacional líquida da Cosan ficou em R$ 34,352 bilhões no quarto trimestre, um aumento de 52,4% ante o mesmo período de 2020.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Cotação da Cosan nesta terça (22)

As ações da Cosan operavam em queda nesta terça, de 0,47%, para R$ 21,08, por volta das 12h10 (horário de Brasília). Já os papéis da Porto Seguro estavam em alta de 0,76% no mesmo horário, valendo R$ 21,33.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2021/09/960x136-1-1.png

Monique Lima

Compartilhe sua opinião