Coronavírus: Riachuelo e montadoras de automóveis concedem férias coletivas

A dona da Riachuelo, Guararapes (GUAR3), informou que concedeu férias coletivas ao colaboradores das fábricas localizadas em Fortaleza e Natal. A determinação foi realizada como meio de proteção aos empregados por conta do avanço do coronavírus no Brasil. No últimos dias, diversas fábricas do meio automotivo foram fechadas, com a mesma justificativa, como é o caso da Marcopolo, GM, Volvo, Toyota e Volkswagen.

A Guararapes comunicou que ao todo 12 mil funcionários receberam o benefício de férias coletiva. Todos eles trabalham nos parques fabris. A determinação começou a valer a partir da última quinta-feira (20) para os colaboradores de Fortaleza e hoje para quem é de Natal.

A Riachuelo também realizou outras providências, como: a diminuição do quadro de funcionários e o horário de funcionamento das lojas, centros de distribuição e centro de atendimento ao cliente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

A companhia também concedeu trabalho remoto (home office) aos funcionários que conseguem realizar seus trabalhos sem sair da casa. A rotina de limpeza também mudou nas unidades e a empresa decidiu por afastar os colaboradores que pertencem ao grupo de risco, conforme as recomendações das autoridades de saúde.

Montadoras também concedem férias coletivas

Seguindo a mesma precaução em relação ao coronavírus, a Volkswagen e a Volvo também comunicaram que suas fábricas irão parar. Na Volks, os funcionários terão férias coletivas por três semanas, já na Volvo será por quatro. Vale destacar que, também nesta semana, a GM, a Marcopolo e a Toyota fizeram o mesmo.

Na Volkswagen, a paralisação terá início a partir de segunda-feira (23) em todas unidades fabris do Brasil. São elas: São Bernardo do Campo, Taubaté (SP), São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR). No total, serão 15 mil profissionais da empresa parados.

A Volvo concederá férias, a partir do dia 30, aos seus 3,7 mil funcionários da fábrica de Curitiba. O período de paralisação será de 4 semanas.

A unidade da Toyota de Sorocaba concedeu férias a todos seus funcionários, exceto os do setor administrativo que estão fazendo trabalho remoto. Os demais colaboradores ficarão fora por 10 dias.

GM e Marcopolo

O presidente da General Motors, Carlos Zarlenga, informou, na última quarta-feira (18), que irá conceder férias coletivas de trabalho de 14 dias, a partir do próximo dia 30, a todos colaboradores de suas unidades no Brasil. Na Argentina, os empregados entraram em férias na segunda-feira (16).

A Marcopolo (POMO3;POMO4) comunicou na última quinta-feira (19) que dará férias coletivas aos funcionários de todas suas fábricas no Brasil, como precaução, por conta da pandemia de coronavírus. A medida entrará em vigor na próxima segunda-feira (23).

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno