Eduardo Machado

Aproveitando oportunidades: estratégias para investir em imóveis em diferentes cenários econômicos

Independente do cenário econômico, a diligência na análise, o planejamento cuidadoso e a diversificação do portfólio são fundamentais para garantir segurança e rentabilidade em seus investimentos imobiliários

Investir em imóveis é uma estratégia sólida para construir patrimônio e garantir segurança financeira a longo prazo. No entanto, muitos se perguntam: qual é o momento certo para começar? A resposta está na compreensão dos detalhes de diferentes cenários econômicos e na adoção de estratégias.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Em tempos de inflação e juros altos, os riscos no mercado imobiliário podem trazer preocupações. No entanto, isso não significa que investir no setor seja uma má ideia. Na realidade, imóveis tendem a se valorizar durante períodos longos e inflacionários, pois seus valores devem acompanhar o aumento geral dos preços. Além disso, em um cenário de juros altos, alocações no setor podem ser uma alternativa interessante quando se leva o aluguel em consideração, considerando a capacidade de repassar os valores aos inquilinos, uma vez que estes custos de moradia são uma derivada dos juros e dos preços dos imóveis.

Durante esse cenário, algumas opções de imóveis comerciais podem ser uma boa opção de investimento. Esta modalidade geralmente tem contratos de longo prazo e cláusulas de reajuste anual vinculadas à inflação, o que protege o investidor da desvalorização do dinheiro. Além disso, os aluguéis comerciais podem ser mais interessantes nos casos de imóveis bem localizados, onde a demanda por esses produtos é mais alta e o repasse de preços é mais imediato.

Em momentos de estabilidade econômica, com baixa inflação e juros moderados, o mercado imobiliário residencial pode se destacar. Com taxas de financiamento mais acessíveis e confiança do consumidor eventualmente em alta, mais pessoas estão dispostas a comprar imóveis, aquecendo o setor.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

O último relatório do Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R ABECIP) revela um aumento acumulado nos preços dos imóveis de mais de 5,7% ao longo de 2023 até o terceiro trimestre. Embora essa tendência ascendente persista, podemos observar um ritmo menor de aceleração. Comparativamente, no mesmo período de 2022, o aumento era superior a 10%. Essa mudança de ritmo sugere uma possível estabilização no mercado imobiliário, o que pode ter implicações importantes para os compradores, vendedores e investidores do setor.

Nesses momentos, pode ser interessante diversificar o patrimônio, incluindo imóveis para ter diferentes drivers de crescimento ao longo do tempo. Considerando uma cesta de imóveis, em diferentes – porém boas – localizações, pode-se atingir uma relação interessante de risco e retorno. Isso sem contar a possibilidade de ter no portfólio imóveis propícios para aluguéis de curta temporada – algumas empresas, inclusive, se dispõe a fazer a gestão das locações de forma eficiente.

Em resumo, para aproveitar oportunidades em diferentes cenários econômicos e investir em imóveis, é essencial entender os ciclos, explorando ao máximo os potenciais de mercados residenciais e comerciais, de imóveis para aluguéis longos versus curta temporada, enfim – são várias possibilidades. Independente do cenário econômico, a diligência na análise, o planejamento cuidadoso e a diversificação do portfólio são fundamentais para garantir segurança e rentabilidade em seus investimentos imobiliários.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Eduardo Machado
Mais dos Colunistas
José Eduardo Machado Imóveis como investimento: tendências para o futuro do mercado

Investir em imóveis sempre foi uma escolha sólida para quem busca preservação de patrimônio a longo prazo. No entanto, à medida que o cenário econômico e as preferênci...

José Eduardo Machado
José Eduardo Machado Transações internacionais e o mercado imobiliário: possíveis impactos globais

Em uma economia cada vez mais globalizada, é natural que o mercado imobiliário brasileiro seja influenciado por transações internacionais. Investidores externos estão ...

José Eduardo Machado

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno