AGENDA

China: vendas no varejo sobem 17,7% em abril na comparação anual, abaixo das projeções

China: vendas no varejo sobem 17,7% em abril na comparação anual, abaixo das projeções
China. Foto: Pixabay

As vendas no varejo na China cresceram 17,7% em abril, na comparação anual. As informações foram reveladas pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país na noite do último domingo (16). O resultado é visto como um termômetro da atividade econômica da potência asiática.

Contudo, a previsão de analistas consultados pelo jornal The Wall Street Journal era de alta maior, de 24,9%. O avanço das vendas da China relação a março, por sua vez, foi de 0,32%. A leitura representa uma desaceleração do indicador, já que o ganho anual de março foi de 34,2%.

Por outro lado, a produção industrial chinesa saltou 9,8% em abril, na comparação anual. A previsão de analistas consultados pelo jornal norte-americano era de alta menor, de 9,1%. Na comparação com março, o avanço foi de 0,52%.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

De acordo com nota publicada no site do NBS, a economia da China “manteve o ritmo de recuperação estável” no último mês. “Todas as regiões e departamentos consolidaram e coordenaram tanto a prevenção e controle de epidemias, quanto o desenvolvimento econômico e social”, diz o comunicado.

“Vale lembrar que a China já se encontra em estágio bem mais avançado da recuperação dos estragos econômicos da pandemia”, comentou a corretora Guide em relatório, citando que o pior momento foi no primeiro trimestre do ano passado. “O fato de o governo já ter iniciado um movimento de retirada de estímulos contribui para esta moderação no ritmo de crescimento da atividade.”

PIB da China no primeiro trimestre teve maior alta trimestral da série histórica

Por mais que possa ser esperada uma desaceleração no segundo trimestre, o desempenho da economia chinesa nos três primeiros meses deste ano foi sólido. O Produto Interno Bruto (PIB) teve sua maior alta trimestral da série histórica, com crescimento de 18,3% frente ao mesmo período do ano passado.

Essa alta anualizada foi a maior desdo primeiro trimestre de 1993, quando o país cresceu 15,3%. A série histórica começou em 1992.

Embora levemente abaixo do que o esperado pelo mercado, o resultado do período entre janeiro e março deste ano superou por muito a alta interanual registrada no último trimestre de 2020, de 6,5%, quando o país já estava em recuperação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Com informações do Estadão Conteúdo.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião