Cesp (CESP6): BTG vê valorização de 52% para ações com incorporação pela VTRM

Cesp (CESP6): BTG vê valorização de 52% para ações com incorporação pela VTRM
Foto: Clayton de Souza/Estadão Conteúdo

Na manhã de segunda-feira (10), a Cesp (CESP6) anunciou que o comitê independente chegou a uma decisão unânime sobre a proposta de fusão dos ativos de energia da Cesp e da Votorantim, medida que também foi aprovada pelo conselho de administração da empresa.

O valor justo proposto pelo comitê avaliou a VE Energia em R$ 2,8 bilhões, a VTRM em R$ 4,5 bilhões e a Cesp em R$ 9,1 bilhões. Com base nesses números, os acionistas minoritários ficarão com 30,63% de participação na nova empresa VRTM, que terá a Cesp como subsidiária.

A transação também irá unir os ativos da Votorantim e do fundo de pensão canadense CPPIB, controladores da VRTM.

Segundo os analistas do banco BTG Pactual (BPAC11), a transação irá abrir caminho para uma empresa “nova e melhor”. Com isso, a recomendação para as ações da Cesp é de compra, com o preço-alvo de R$ 32,00 – valor que representa um potencial de alta de cerca de 52% com base no último fechamento (R$ 21,05).

Novo ciclo para a Companhia Energética de São Paulo

Em relatório, os analistas apontam que, apesar do pequeno prêmio proposto, o aporte de capital de R$ 1,5 bilhão pelo fundo canadense CPPIB deve aumentar o “poder de fogo” da nova empresa para uma expansão de portfólio.

“Ao passar para energias renováveis, adiciona uma diversificação bem-vinda ao portfólio de hidrelétricas da Cesp, que tem sofrido com os recentes ciclos hidrológicos mais fracos.”

Em comunicado aos acionistas, a companhia energética anunciou que para cada ação ordinária que investidores detiverem da Cesp (CESP3), eles receberão 6,568 novas ações ordinárias da VRTM.

Similarmente, para cada ação preferencial (CESP6) da companhia, os acionistas irão receber 0,0954 ações preferenciais da VRTM.

Última cotação da Cesp

Com a notícia, as ações da Cesp dispararam na segunda-feira e encerraram o primeiro pregão da semana em alta de 6,58%, cotadas a R$ 21,05 cada.

No período de doze meses, no entanto, a Cesp enfrentou o cenário oposto, vendo seus papéis caírem 27,04%.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO