Centauro (CNTO3) precifica follow-on e captará R$ 900 milhões

Centauro (CNTO3) precifica follow-on e captará R$ 900 milhões
Centauro é destaque da agenda do dia

O Grupo SBF, controlador da Centauro (CNTO3), informou, na noite da última quinta-feira (4), que precificou em R$ 30 sua oferta subsequente de ações (follow-on), levantando R$ 900 milhões. A informação foi relevada por meio de um fato relevante.

Dessa forma, em função da oferta de 30 milhões de ações, o capital social da Centauro passou a ser de R$ 1,914 bilhão, dividido em 241,01 milhões de papéis ordinários.

De acordo com o comunicado, a companhia pretende utilizar os recursos levantados no pagamento de aquisições de companhias em curso, além de novas compras na estratégia de expansão da empresa.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Em fevereiro deste ano, o SBF adquiriu a operação da Nike no Brasil. Com isso, a Centauro passou a ser a responsável pela distribuição, política comercial, gestão de lojas e vendas da marca norte-americana por 10 anos. O acordo foi fechado por R$ 900 milhões.


Parte do custo total é oriundo de linhas garantidas com Santander (SANB3), Itaú BBA e Bradesco BBI. O pagamento da transação será incluído no balanço da SBF no terceiro trimestre deste ano.

A oferta de ações teve como coordenadores os bancos Bradesco BBI, BTG Pactual (BPAC11), Itaú BBA e Santander. É esperado que os papéis passem a ser negociados na bolsa de valores de São Paulo (B3) na próxima segunda-feira (8).

Na última quinta-feira (4), as ações da Centauro encerraram o pregão com uma baixa de 3,46%, sendo negociadas a R$ 31,50. Isso perfaz a precificação da oferta com um desconto de 5% sobre a cotação atual.

Balanço trimestral da Centauro

A Centauro obteve lucro de R$ 163,6 milhões no quarto trimestre do ano passado. O valor representa uma alta de 33,1% ante o mesmo período de 2018.

A receita líquida da controladora da Centauro no período foi de R$ 851,7 milhões, um avanço de 16,7% em comparação ao resultado registrado no mesmo intervalo do ano anterior, de R$ 729,7 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da empresa foi de R$ 298,9 milhões durante os últimos três meses do ano passado. O valor representa um avanço de 221,7% ante os R$ 92,9 milhões do quarto trimestre do ano anterior.

Os resultados da Centauro referentes ao primeiro trimestre deste ano serão divulgados no dia 29 de junho, após o fechamento do mercado.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião