DIVIDENDOS

Casa Branca nega impasse e vê avanços em discussão sobre pacote de infraestrutura

Casa Branca nega impasse e vê avanços em discussão sobre pacote de infraestrutura
Casa Branca. Foto: Reprodução Instagram

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou nesta terça-feira (8) que, caso o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, não acreditasse que avanços pudessem ser realizados nas negociações por um pacote de infraestrutura com os republicanos, “não gastaria horas de discussão”. Em coletiva de imprensa, Psaki indicou que há uma série de questões sendo discutidas de forma bipartidária, e que “avanços estão ocorrendo”.

 

Sobre as tratativas com Shelley Moore Capito, senadora republicana que vem liderando as posições do partido no tema, a porta-voz indicou que Biden terá um encontro com a mesma ainda hoje para discutir o pacote de infraestrutura.

Segundo Psaki, o democrata “agradece” a disposição da opositora para negociar, mas reafirma que sua última proposta “não atendeu nossas necessidades”. Questionada sobre um possível impasse, negou, sugerindo que há avanços em negociações entre senadores.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Precisa ser feito mais para que companhias e indivíduos paguem suas partes da tributação”, afirmou a porta-voz quando perguntada sobre uma das principais disputas entre governo e oposição, acerca da forma de financiar o pacote.

Sobre a covid-19, afirmou que “discutiremos doação de vacinas no G7”, e que anúncios serão feitos nos próximos dias. Com grande parte da população imunizada, indicou que os EUA são o “país com maior capacidade para doar vacinas no mundo hoje”.

   

Psaki reafirmou ainda os planos atuais para as entregas externas de imunizantes prometidas pelo país nos próximos meses. Além disso, comentou que o anúncio da Fundação Mastercard feito nesta terça de uma contribuição de US$ 1,3 bilhão para combate à covid-19 é bem-vindo.

Yellen pede que empresas dos EUA adotem plano de infraestrutura de Biden

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, informou em maio que no país, as empresas veriam lucros maiores e maior competitividade com o plano de infraestrutura de US$ 2,3 trilhões de Joe Biden, em uma tentativa de superar o ceticismo corporativo da América à medida que o pacote passa pelo Congresso.

Durante discurso na Câmara de Comércio dos EUA, Yellen pediu aos principais executivos americanos que adotassem o projeto de infraestrutura de Biden, apesar do aumento do imposto de renda corporativo proposto para financiá-lo.

“Estamos confiantes de que os investimentos e propostas fiscais no Plano de Emprego, tomados como um pacote, irão aumentar a lucratividade líquida de nossas corporações e melhorar sua competitividade global”, disse a secretária sobre o pacote de infraestrutura, de acordo com comentários divulgados pelo Departamento do Tesouro dos EUA antes do Fala. “Esperamos que os líderes empresariais vejam as coisas desta forma e apoiem o Plano de Emprego.”

Com informações de Estadão Conteúdo

 

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se