BTG Pactual (BPAC11) pagará juros sobre capital próprio; confira valor por unit

O conselho de administração do BTG Pactual (BPAC11) aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) aos seus acionistas, segundo comunicado divulgado na quarta-feira (29).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/Lead-Magnet-1420x240-1.png

O valor dos proventos líquidos do BTG será de R$ 0,196260878 para as units de BPAC11, e de 0,065420293 para as ações ordinárias ou preferenciais, que serão pagos em 15 de fevereiro de 2024.

Apenas os investidores com ações do BTG Pactual no dia 4 de dezembro terão direito de receber os rendimentos. A partir do dia 5 de dezembro, portanto, as ações serão negociadas sem direito a essa rodada de proventos aprovada pelo banco de investimentos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

valor dos JCPs terá retenção do imposto de renda na fonte, com alíquota de 15%, nos termos da legislação aplicável.

JCP do BTG Pactual

Confira os valores totais e individualizados do JCP do BTG Pactual:

  • Valor bruto por ação ordinária ou ação preferencial: R$ 0,076965050;
  • Valor líquido por ação ordinária ou ação preferencial: R$ 0,065420293;
  • Valor bruto por Unit BPAC11: R$ 0,230895151;
  • Valor líquido por Unit BPAC11: R$ 0,196260878;
  • Data de corte: 04 de dezembro de 2023
  • Data do pagamento: 15 de dezembro de 2023

Itaú (ITUB4) divulga novo pagamento bilionário de JCP; veja o valor

conselho de administração do Itaú (ITUB4) aprovou na semana passada um novo pagamento de juros sobre capital próprio (JCP), no valor de R$ 0,24724 por ação. Essa quantia representa um valor aproximado de R$ 2,42 bilhões.

Os JCP do Itaú estão sujeitos a uma retenção de 15% de imposto de renda na fonte, gerando uma remuneração líquida de R$ 0,210154 por ação.

Essa tributação só não será aplicada sobre os proventos dos acionistas pessoas jurídicas que comprovarem ser imunes ou isentos.

O pagamento dos juros sobre capital próprio do Itaú será realizado em 30 de abril de 2024, conforme é geralmente feito pela empresa.

Os novos proventos têm como base de cálculo a posição acionária registrada ao final de 6 de dezembro de 2023, ou seja, apenas os investidores posicionados nos papéis da companhia até o encerramento do pregão nesta data terão direito aos JCP.

Isso significa que os investidores que comprarem ações do Itaú no dia 7 de dezembro de 2023 não terão direito à remuneração, já que o provento será considerado como “ex-direito”.

JCP do Itaú

  • Valor: R$ 2,42 bilhões
  • Valor por ação: R$ 0,210154
  • Data de corte: 6 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 30 de abril 2024

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião