Bolsas globais fecham no melhor mês de todos, com otimismo das vacinas

Bolsas globais fecham no melhor mês de todos, com otimismo das vacinas
O S&P 500 aguarda a temporada de balanços nos Estados Unidos

Acompanhando os avanços das vacinas que estão sendo desenvolvidas contra o novo coronavírus (Covid-19), bem como o otimismo após a vitória de Joe Biden na corrida presidencial dos EUA, as bolsas globais estão caminhando para o melhor mês já registrado.

Comentando sobre o desempenho das bolsas globais, a estrategista-chefe de mercado da Kleinwort Hambros, Fahad Kamal, disse ao jornal ‘Financial Times’ que “é incrível, absolutamente impressionante”, “todos [os ganhos do mês] ligados a um fator crucial e essa é a vacina”.

Já a gerente de fundos da Columbia Threadneedle Investments, Maya Bhandari, afirmou ao jornal que “a eleição dos EUA juntamente com a vacina [notícias] removeu dois riscos de cauda bastante significativos do mercado”. Ela completou dizendo que  “ainda parece haver espaço para adicionar mais [aos ganhos]”.

Vale destacar que o Índice MSCI de mercados desenvolvidos e emergentes avançou 12,78% em novembro. Além disso, o  S&P 500 acumula uma alta de 9,91% no mês, ao passo que o Nasdaq Composite reporta uma alta de 11,39%.

Além disso, na sessão desta sexta-feira (27), os principais índices das bolsas mundiais fecharam em alta, com destaque para o Nasdaq Composite, que renovou a máxima histórica após um dia de descanso.

O S&P 500 fechou em leve alta de 0,24%, ao passo que a Nasdaq Compisite encerrou o dia de negociações em alta de 0,92%, mesmo em meio ao feriado nos Estados Unidos.

Já na Europa, o Stoxx 600 Europe fechou em alta de 0,4%, ficando mais perto de atingir o recorde de mais de 14% no acumulado do mês. O FTSE 100, por sua vez, fechou o dia com uma alta de 0,073%.

No entanto, o otimismo dos mercados está moderado frente ao avanço de casos do novo coronavírus nos EUA, e pelas restrições na Europa.

Bolsas da Ásia voltam a subir, assim como outras bolsas globais

As bolsas asiáticas, por sua vez, terminaram a sessão em alta, também na esteira do otimismo com uma vacina contra a covid-19, em detrimento dos temores em relação ao  aumento de casos no Hemisfério Norte e dúvidas sobre alguns imunizantes.

  • Hong Kong (Hang Seng): +0,28% – 26.894,68
  • Xangai (SSE Composite): +1,14% – 3.408,31
  • Tóquio (Nikkei 225): +0,40% – 26.644,71
  • Seul (Kospi): +0,29% – 2.633,45

Os destaques das bolsas globais ficaram as bolsas de Tóquio e Seul, que além de fecharem em alta como o S&P 500 e outros índices mundiais, negociam em níveis recordes. A primeira, opera nos maiores níveis desde maio de 1991 e a segunda, na máxima histórica.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião