Bolsas asiáticas e europeias caem nesta sexta; Ibovespa seguirá mercado lá fora?

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta sexta-feira (13), em meio a preocupações renovadas sobre a trajetória dos juros nos Estados Unidos após dados fortes da economia americana. Investidores da região também avaliaram os últimos números de inflação e comércio externo da China.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Esse cenário pode influenciar nas negociações do Ibovespa hoje, que fechou a sessão de quarta-feira (11) em alta de 0,27%, aos 117.098 pontos.

Liderando as perdas na Ásia, o índice Hang Seng caiu 2,33% em Hong Kong, a 17.813,45 pontos, enquanto o japonês Nikkei recuou 0,55% em Tóquio, a 32.315,99 pontos, o sul-coreano Kospi cedeu 0,95% em Seul, a 2.456,15 pontos, e o Taiex registrou modesta baixa de 0,26% em Taiwan, a 16.782,57 pontos.

Na China continental, o dia foi igualmente negativo: o Xangai Composto teve queda de 0,64%, a 3.088,10 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,79%, a 1.905,41 pontos.

Ontem, apostas de que os juros nos EUA ficarão em níveis elevados por mais tempo voltaram a ganhar força após dados da inflação ao consumidor (CPI) americano superarem as expectativas. O mercado de trabalho do país também deu novos sinais de solidez. Como resultado, os juros dos Treasuries voltaram a saltar e as bolsas de Nova York caíram nos negócios de quinta-feira.

Já na China, o CPI ficou estável na comparação anual de setembro, contrariando expectativas de leve alta, enquanto as exportações caíram 6,2% no mesmo período, menos do que se previa.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho hoje, interrompendo uma sequência de seis pregões de ganhos. O S&P/ASX 200 caiu 0,56% em Sydney, a 7.051,00 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-4.png

Bolsas europeias também caem; veja índices

As bolsas europeias também operam em queda na manhã desta sexta-feira, com o mercado preocupado sobre a trajetória de juros nos Estados Unidos, após dados de inflação virem mais fortes do que o esperado.

Confira os índices perto das 7h40:

  • Londres (FTSE100): -0,55%
  • Frankfurt (DAX): -0,97%
  • Paris (CAC 40): -0,91%
  • Madrid (Ibex 35): -0,76%
  • Europa (Stoxx 600): -0,84%

Na quinta-feira, as bolsas de Nova York recuaram e os rendimentos dos treasuries saltaram após a inflação ao consumidor (CPI) avançar mais do que o esperado em setembro, aumentando as chances de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) opte por um novo aumento de juros até o fim do ano.

Nesta sexta-feira, as atenções estão voltadas à divulgação dos balanços trimestrais de grandes bancos americanos, como JP Morgan (JPMC34) e Citigroup (CTGP34).

A guerra entre Israel e Hamas segue no radar dos investidores. O risco de que o conflito se alastre pelo Oriente Médio faz com que as cotações do petróleo subam quase 4% na manhã desta sexta-feira.

Voltando para a China, o CPI ficou estável na comparação anual de setembro, contrariando expectativas de leve alta, o que fez com que as bolsas asiáticas tivessem perdas generalizadas nesta sexta.

Com informações da Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Redação Suno Notícias

Compartilhe sua opinião