Bolsa Família: governo quer reajuste no programa social em 2024

O Governo Federal avalia conceder um reajuste linear de 4% no Bolsa Família ainda no ano de 2024, segundo informações do jornal O Globo.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2022/03/Ebook-Investindo-para-a-Aposentadoria-1.jpg

Para tal, o governo precisa articular uma forma de inserir o reajuste do Bolsa Família no Orçamento de 2024, que deve ser enviado ao Congresso no dia 31 de agosto.

O reajuste do programa social tem custo de R$ 5,6 bilhões em 2024 – ampliando o custo do Bolsa Família de R$ 168 bilhões atualmente.

A ideia do Governo Lula é de ampliar os valores do programa social, que começa com benefícios em R$ 600.

O reajuste deve elevar a mediana paga pelo benefício de atuais R$ 683,22 para R$ 710,50. Com isso, são R$ 560 milhões mensais a mais nos meses de março a dezembro do ano que vem, caso a proposta seja concretizada.

O governo mira atender 20,7 milhões de famílias no ano de 2024, ante 20,9 milhões hoje, já que há um fluxo de entrada e saída de beneficiários.

Além disso, o governo está verificando se todos os beneficiários que se cadastraram como ‘unipessoais’ de fato moram sozinhos.

Bolsa Família: beneficiários já podem conferir cadastro antes de receber em agosto

O pagamento do Bolsa Família deste mês está previsto para iniciar no dia 18 de agosto. Até lá, os cidadãos com a intenção de se beneficiar com o programa do governo federal podem acessar o seu cadastro e conferir os valores a receber. Veja como a seguir.

Em julho, 20,9 milhões de famílias tiveram o direito de receber o benefício, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Além disso, foram incluídas na lista mais 300 mil famílias, novas aprovadas.

Em relação ao mês de junho, o número de famílias dentro dos requisitos para receber diminuiu. Na ocasião, 21,9 milhões foram contempladas com o pagamento. Entretanto, no último mês muitas foram removidas, por não estarem dentro dos critérios obrigatórios, justificou o MDS.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Investindo-no-exterior.png

Como saber se vai receber?

Para confirmar se a família ainda está dentro das contempladas pelo benefício, é preciso conferir os dados no Cadastro Único, garantindo que eles estejam atualizados, e aguardar a publicação do orçamento público do mês.

A consulta para confirmar o recebimento do benefício pode ser feita online, no App Bolsa Família, seguindo os passos:

  1. Fazer login com o número do CPF;
  2. O sistem airá informar já na primeira página se a família será contemplada;
  3. Para os aprovados, também irá constar o dia do saque e o valor disponibilizado.

Também é possível conferir entrando em contato com a Caixa:

  • Na Central de Atendimento por telefone discando o número 111;
  • No atendimento Caixa ao Cidadão no número 0800 726 02 07.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em agosto

O Bolsa Família regularmente inicia os pagamentos nos últimos dez dias úteis que antecedem o mês seguinte. Sendo assim, em agosto os pagamentos começarão no dia 18 e vão até o dia 31. Baseada no final do Número de Identificação Social (NIS), a ordem de liberação acontece do 1 ao 0.

  • NIS final 1: 18 de agosto;
  • 2: 21 de agosto;
  • 3: 22 de agosto;
  • 4: 23 de agosto;
  • 5: 24 de agosto;
  • 6: 25 de agosto;
  • 7: 28 de agosto;
  • 8: 29 de agosto;
  • 9: 30 de agosto;
  • 0: 31 de agosto.

Ainda não foram informadas quantas pessoas irão receber o benefício nem o valor médio por família no mês de agosto. Por isso, é importante que algum membro da família procure se informar se foi aprovado o pagamento, por meio do cadastro no aplicativo do Bolsa Família.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião