Banco Inter (BIDI4), Localiza (RENT3) e Banco do Brasil (BBAS3) agitam o mercado

Banco Inter (BIDI4), Localiza (RENT3) e Banco do Brasil (BBAS3) agitam o mercado
Banco Inter (BIDI4) - Foto: Divulgação

Nos destaques de empresas desta sexta-feira (26) chama a atenção do mercado o Banco Inter (BIDI4) que teve aprovado a mudança da listagem para Nasdaq pela assembleia de acionistas.

Além do Banco Inter, chama atenção também a Localiza (RENT3) que acenou ao Cade que pode vender a marca Unidas (LCAM3) para avançar na incorporação. Por sua vez, o Banco do Brasil (BBAS3) pagará R$ 500 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) no fim de dezembro.

Já a Camil (CAML3) pagará R$ 25 milhões em JCP e a CCR (CCRO3) que pagará R$ 153,8 milhões em dividendos.

Veja os destaques de empresas desta sexta-feira:

Banco Inter

Os acionistas do Banco Inter aprovaram a transferência da listagem da instituição financeira da bolsa de valores brasileira B3 para a Nasdaq, disse o Inter na quinta-feira (25).

O banco já havia recebido autorização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para a mudança. Agora, os acionistas podem escolher sacar de suas participações ou receber BDRs que podem ser convertidos em ações Classe A negociadas na Nasdaq.

Localiza

A Localiza acenou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que está disposta a vender a marca Unidas para conseguir aprovação da autarquia para a incorporação entre as duas locadoras. Além disso, a locadora propôs vender 30 mil carros para que órgão antitruste aprove a operação. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

A incorporação está sofrendo críticas dos concorrentes com o discurso de concentração excessiva no mercado. Isso porque a Localiza e Unidas são a primeira e a segunda maiores locadoras do país, respectivamente. No processo que caminha no Cade a Movida (MOVI3), a Fleetzil, a Ouro Verde e a Ald Automotive entraram como terceiros interessados.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil distribuirá R$ 499,32 milhões a seus acionistas na forma de juro sobre capital próprio.

Com o JCP do Banco do Brasil, cada acionista receberá um total de R$ 0,17499127580 por ação da companhia. Só receberá o JCP quem detiver ações ordinárias da companhia até o fim do pregão do dia 13 de novembro. O pagamento, por sua vez, será feito no dia 30 de dezembro.

Camil

A Camil  aprovou a distribuição de Juros Sobre Capital Próprio no valor total de R$ 25 milhões, correspondentes ao preço unitário de  R$0,06 por ação ordinária.

Serão considerados para receber o pagamento do JCP da Camil os acionistas com posse das ações da companhia até o encerramento do pregão do dia 1º de dezembro. No dia seguinte, os papéis da empresa serão negociados como “ex-juros sobre capital próprio”.

CCR

A CCR anunciou a distribuição de dividendos no valor total de R$ 153,8 milhões, correspondentes ao valor unitário de R$ 0,07 por ação ordinária, informou a companhia em comunicado à Comissão de Valores Imobiliários (CVM).

Serão considerados aptos para o pagamento dos dividendos da CCR os acionistas detentores de ações da companhia até o fechamento do pregão do dia 30 de novembro de 2021. As ações passarão a ser negociadas como “ex dividendos” a partir de 1º de dezembro.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia, como a Banco Inter que deve estar no foco dos investidores ao longo do dia.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO