Banco Inter (BIDI4) e Stone conversam sobre ampliar acordo e possível fusão, diz site

Banco Inter (BIDI4) e Stone conversam sobre ampliar acordo e possível fusão, diz site
Stone - Foto: Reprodução Facebook

O Banco Inter (BIDI11) e a Stone estão conversando sobre uma possível extensão do acordo societário e comercial que firmaram em maio deste ano e cogitam, inclusive, uma potencial fusão de suas operações, informa o site Pipeline. Desde que ancorou o follow-on do Inter e se tornou acionista minoritária, a Stone se mantém mais próxima do banco digital.

A fusão entre o Banco Inter e a Stone ficou mais palpável para as partes após os recentes problemas da empresa de maquininhas com sua vertical de crédito. Em junho, a empresa trocou o seu sistema de registro de recebíveis e, desde então, começou a ter problemas operacionais.

Os erros no sistema fizeram a Stone pausar sua oferta de crédito no período, ajustar para baixo suas expectativas de recuperação de crédito em atraso e observar uma inadimplência maior do que o esperado e do que o registrado em períodos anteriores.

Duas companhias do mercado financeiro, Inter e da Stone têm negócios considerados bastante complementares e a experiência e balanço do banco digital ajudariam a amortecer eventuais novos impactos na carteira de crédito da Stone, dizem as fontes.

Se operacionalmente faz sentido, o Pipeline ressalta que uma dificuldade seria o fato de as duas empresas terem culturas muito fortes e próprias, além de manterem a presença dos controladores/fundadores muito próxima. Por isso, para um dos interlocutores do site, é mais provável um caminho de expansão do acordo societário e comercial do que uma fusão de fato.

As fontes ressaltaram ainda que a conversa é inicial e pode não resultar em nada. O banco Inter e a Stone podem optar por manter o acordo no mesmo patamar e retomar uma conversa sobre aumento de posição acionária e relação comercial somente no futuro.

O que dizem Banco Inter e Stone sobre o assunto

Questionadas pelo Pipeline sobre o assunto, a Stone respondeu que “não comenta rumores” e o Inter “informa que não vai comentar”.

A Stone está listada na Nasdaq, bolsa de Nova York, desde 2018, com valor de mercado na casa dos US$ 12 bilhões (R$ 64 bilhões). Já o banco Inter se prepara para seguir os mesmos passos.

O banco da família Menin está passando por uma reorganização interna prevista para ser concluída este ano. O resultado deve ser o Inter listado em bolsa americana. Atualmente, seu valor de mercado é de R$ 51 bilhões.

Enquanto as ações da Stone acumulam desvalorização de 40% na bolsa de NY, neste ano, o Inter já viu suas units subirem 84% em 2021 e está, atualmente, também está listado no Ibovespa.

Com os rumores de fusão, as units do banco Inter subiam 0,89% no Ibovespa às 16h30, valendo R$ 61,12. Já as ações da Stone valorizavam 0,14% na Nasdaq no mesmo horário, valendo US$ 40,22.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!