Banco do Brasil (BBAS3): 14 de 15 analistas recomendam compra e esperam ‘lucro robusto’

Apesar do rali no acumulado de 2023, o mercado ainda reserva otimismo para os números – e o desempenho na bolsa – do Banco do Brasil (BBAS3).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2022/08/Banner-Noticias-1000x325-1.jpg

Conforme os dados da área de Relação com Investidores do banco, 14 de um total de 15 analistas recomendam a compra de ações do Banco do Brasil, com um preço-alvo médio de cerca de R$ 62.

O consenso Bloomberg espera que o resultado do Banco do Brasil, a ser divulgado nesta quarta (8), após o fechamento do Ibovespa, mostre um lucro de R$ 9,06 bilhões, representando um crescimento de cerca de 6% ante o resultado de igual etapa do ano anterior.

Isoladamente, analistas também têm projeções otimistas para BBAS3.

A área de research do Santander, por exemplo, mira R$ 75 de preço-alvo com recomendação de compra, e destaca boas expectativas para os números do 3T23 do Banco do Brasil.

“Acreditamos que veremos a estabilização dos NPL no geral, embora não descartemos que o Banco do Brasil possa continuar a lutar com um deterioração do ambiente entre os produtos de crédito de varejo não garantidos”, diz a casa.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

“Além disso, esperamos o crescimento dos empréstimos também terá destaque positivo, beneficiado pelo setor do agronegócio. No negativo lado, no entanto, as receitas de taxas podem ser fracas e as despesas devem aumentar, refletindo o impacto coletivo acordo salarial”, segue.

Os especialistas da Genial, da mesma forma, recomendam compra dos papéis (com preço-alvo de R$ 64,90) e destacam que esperam que o lucro do Banco do Brasil seja o maior do setor.

“Nossas estimativas consideram um lucro líquido de R$ 8,96 bilhões, ficando R$ 33 mi acima da nossa expectativa para o Itaú (ITUB4) que, apesar de marginal, é um marco para o banco que alguns anos atrás tinha o pior ROE entre os grandes bancos. Nosso lucro leva a uma rentabilidade (ROE) de 21,0%, refletindo o momento de boa performance do BB”, diz a casa.

“Entendemos que nesses últimos meses, o valor de mercado do banco não acompanhou as expectativas de lucro pelo mercado, o que em nossa visão pode ser um interessante catalisador para a valorização das ações caso o banco continue entregando bons resultados com fundamentos numa tendência positiva/estável. Esperamos que o BB continue entregando crescimento de lucro 2024, um pouco acima do consenso de mercado”, completa.

Desempenho das ações do Banco do Brasil

As ações do Banco do Brasil sobem 5% no acumulado dos últimos 30 dias. Desde o início de 2023, os papéis já avançam 53%. Nesta quarta (8) os papéis sobem 0,98%, a R$ 51,52.

Cotação BBAS3

Gráfico gerado em: 08/11/2023
1 Dia

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião