Banco do Brasil (BBAS3) capta US$ 500 milhões na primeira emissão internacional de 2022

Banco do Brasil (BBAS3) capta US$ 500 milhões na primeira emissão internacional de 2022
Edifício sede do Banco do Brasil (BBAS3), em Brasília. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil (BBAS3) abriu as operações de captação internacional por empresas brasileiras em 2022. Em comunicado desta sexta-feira (07), o BB informa que concluiu uma captação de US$ 500 milhões por meio da emissão de bonds.

Os papéis de renda fixa do Banco do Brasil são para vencimento em sete anos, com uma taxa de retorno de 4,875% ao ano – cerca de 15 pontos-base acima dos ativos negociados no mercado secundário, informa a fonte do Valor.

De acordo com o banco, os recursos captados com a operação serão utilizados para o financiamento de iniciativas que atendam aos propósitos ESG (Ambiental, Social e Governança, na sigla em inglês).

A oferta foi considerada satisfatória pelo BB, porém mostrou que a demanda do investidor global está menor neste ano do que no ano passado. A busca pelos bônus do Banco do Brasil representou três vezes a oferta, segundo o Valor Econômico. Nesse mesmo período em 2021, as ofertas demandavam até seis vezes mais.

Embora haja interesse, a cautela dos investidores internacionais acompanha as incertezas em relação ao impacto do ajuste de política monetária dos Estados Unidos – com o Fed indicando aumento da taxa de juros para março -, além do cenário brasileiro, em meio às dúvidas sobre a eleição presidencial.

“O emissor tem uma boa história, o mercado está aberto, mas claramente o investidor mostrou estar muito mais sensível a preço”, disse uma fonte ao Valor.

O jornal informa que há, pelo menos, outras oito operações de emissões de bônus em preparação por outras empresas. Essa primeira captação do Banco do Brasil servirá para as companhias se prepararem para acessar o mercado internacional nesse começo de ano. A opção pela emissão de dívida no exterior passará pela atribuição de preço, visto que a referência para 2022 mudou.

Veja também:

Banco do Brasil entra no Metaverso com operação no servidor de GTA

O Banco do Brasil entrará no Metaverso, universo de realidade virtual e realidade aumentada, com operação que ocorre na cidade virtual do Complexo, servidor de RolePlay no jogo GTA.

A administração do Banco deve ‘estender’ os seus serviços tradicionais para a realidade virtual, já que o personagem do jogo poderá abrir uma conta corrente e receber benefícios no universo digital.

Além disso, será possível trabalhar como abastecedor de caixa eletrônico do Banco do Brasil no Metaverso, com a responsabilidade de trabalhar com remessas de valores e ficando no comando de um carro forte.

“Esse ambiente virtual que interage com elementos do mundo real, amplia a nossa plataforma de eSports ao tratar de dinheiro, de investimento e de simulação de situações presenciais dentro da realidade virtual. É mais um passo para a construção do futuro de uma instituição bicentenária e ávida pelas inovações que proporcionam experiências colaborativas e imersivas”, afirma Tadeu Figueiró, gerente executivo do Banco do Brasil.

Leia mais:

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!