Banco do Brasil (BBAS3) divulga dividendos ainda maiores, pagará 8 vezes ao ano e novas datas são definidas; veja quais

O conselho de administração do Banco do Brasil (BBAS3) aprovou uma nova proposta para aumentar o seu payout de 40% para 45% no exercício de 2024. Assim, a fatia do lucro líquido que deve ser distribuída pelo BB em dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP) aumentará em 5 pontos percentuais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Conforme comunicado na última quinta-feira (8), a aprovação do novo payout se baseia nos balizadores constantes da sua política de remuneração, inclusive nos resultados futuros do Banco do Brasil. Também foi considerada a condição financeira, necessidade de caixa, metas e projeções de capital do BB.

Para Tiago Reis, sócio fundador da Suno Research, esse movimento do BB é positivo. Em vídeo publicado em seu canal no YouTube, ele descreve que a expectativa é de que os dividendos do Banco do Brasil sejam ainda maiores em 2024.

“A expectativa nossa e do mercado é de que o lucro [do Banco do Brasil] de 2024 seja ainda maior que 2023. Se o lucro é maior e a participação do lucro que é paga é ainda maior, o dividendo tende a ter um crescimento substancial em relação ao que foi distribuído em 2023”.

Para o futuro, o sócio fundador da Suno acredita que a distribuição de proventos do Banco do Brasil e de outros bancos deva ter aumentos sucessivos. Nesse sentido, Tiago Reis destaca um pouco do histórico do banco nos últimos anos.

“O Banco do Brasil, até 2015, ele tinha uma rentabilidade sobre patrimônio e uma rentabilidade ‘não tão boa’. Chegou a ter uma rentabilidade de 8%. Uma série de mudanças na gestão, associado com ganho de escala, fez com que o Banco do Brasil melhorasse de forma substancial a sua rentabilidade sobre o patrimônio líquido, superando a marca dos 20%. E hoje, por conta disso, o Banco do Brasil é um dos bancos mais rentáveis do mundo”.

Datas de pagamento dos dividendos do Banco do Brasil em 2024

Além do aumento do payout do Banco do Brasil, também foi anunciado que a remuneração para os investidores será feita em oito fluxos, dos quais quatro distribuições serão feitas de forma antecipada e outras quatro se referem a pagamentos complementares.

Das oito datas de pagamento de dividendos do Banco do Brasil, sete delas estão previstas para acontecer em 2024 e uma em 2025, mas todas têm como referência os trimestres do exercício de 2024.

Em relação aos pagamentos antecipados, as datas definidas para este ano são as seguintes:

TRIMESTRE DE REFERÊNCIADATA BASE ACIONÁRIADATA DE PAGAMENTO
1º trimestre de 202411/03/2427/03/24
2º trimestre de 202413/06/2428/06/24
3º trimestre de 202411/09/2427/09/24
4º trimestre de 202411/12/2427/12/24

Já as datas de pagamentos de dividendos complementares do Banco do Brasil são:

TRIMESTRE DE REFERÊNCIADATA BASE ACIONÁRIADATA DE PAGAMENTO
1º trimestre de 202411/06/2421/06/24
2º trimestre de 202421/08/2430/08/24
3º trimestre de 202425/11/2406/12/24
4º trimestre de 202411/03/2520/03/25

O Banco do Brasil lembra que quando o pagamento for realizado por meio de juros sobre capital próprio (JCP), o montante a ser distribuído pelo novo payout se refere ao valor bruto, e que ainda passará pela incidência de impostos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião