Banco ABC (ABCB4) lança startup Celeris Precatórios para advogados

Banco ABC (ABCB4) lança startup Celeris Precatórios para advogados
Banco ABC. Foto: Reprodução Facebook

O Banco ABC (ABCB4) lançou há alguns dias sua nova startup Celeris Precatórios, que possibilita que advogados se cadastrem como titulares de precatórios, e submetam a  solicitação de antecipação para análise do banco.

De acordo com o Banco ABC, a plataforma digital, baseada totalmente em computação em nuvem, busca antecipar honorários para os profissionais que atuam no mercado de precatórios. Além disso, a instituição explica que a nova startup busca ampliar seu portfólio de produtos aliado a tecnologia e inovação.

Embora a startup pretenda evoluir para descontar qualquer precatório, independendo de quem for titular, inicialmente, o foco da plataforma será antecipar precatórios dos advogados e escritórios de advocacias, de acordo com o banco.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, em um primeiro momento, a Celeris Precatórios focará na aquisição de precatórios da União, do Estado de São Paulo e de algumas prefeituras do estado. O ticket médio estabelecido pela instituição para a compra de precatórios fica entre R$ 200 mil e R$ 20 milhões.

O head de relacionamento com instituições financeiras da instituição financeira, Eduardo Pinus, disse em nota que “o objetivo é digitalizar o processo de negociação de precatórios, por meio de uma plataforma 100% online, e estreitar o relacionamento do ABC Brasil com advogados e escritórios de advocacia”.

“De acordo com a OAB, o Brasil possui mais de 1,2 milhão de advogados, sendo que 1/3 desse total se encontra no estado de São Paulo. Trata-se, portanto, de um mercado com grande potencial para nós”, completa o executivo.

Para o diretor de Dados e Novos Negócios do Banco ABC Brasil, Rodrigo Cordeiro, “A Celeris é resultado de uma iniciativa do ABC Brasil que tem como principal objetivo promover a inovação por meio da experimentação, assim como despertar a veia empreendedora nos colaboradores do banco”.

Cotação do Banco ABC

Por volta das 16h dessa sexta-feira, a ação do Banco ABC Brasil (ABCB4) operava em queda de 0,60%, valendo R$ 14,85.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião