Semana do Fiagro

Variação de (muitos) bilhões: B3 (B3SA3) corrige dados de fluxo estrangeiro na Bolsa

Variação de (muitos) bilhões: B3 (B3SA3) corrige dados de fluxo estrangeiro na Bolsa
B3 (B3SA3). Foto: Divulgação

A B3 (B3SA3) divulgou nesta sexta (20) que concluiu a revisão sobre informações de fluxo do capital estrangeiro na Bolsa, incluindo uma nova metodologia de cálculo. A variação dos dados reformulados – que incluem números de 2020 a 2022 nos mercados primário e secundários — passa das muitas dezenas de bilhões.

“A B3 está mudando a metodologia para cálculo dos dados de participação de investidores estrangeiros via ofertas públicas (IPO e Follow On). Na metodologia anterior, o site institucional da bolsa usava as informações dos anúncios de encerramento das ofertas pelos emissores, que têm prazo legal de até seis meses para serem concluídos”, explica o comunicado sobre o mercado primário.

“A Bolsa anuncia a revisão final das estatísticas de fluxo de entrada e saída de investidores estrangeiros. Estão sendo publicados os dados das movimentações desses investidores nos anos de 2020 e 2021 no mercado secundário, adaptados para excluir as informações sobre empréstimo de ativos”, diz o comunicado da companhia que administra a Bolsa.

A B3 constatou que as operações nas estatísticas de fluxo financeiro foram feitas de maneira incorreta desde outubro de 2020. Naquele ano o fluxo negativo ficou em R$ 39,7 bilhões – e não em R$ 31,8 bilhões, como divulgado.

Já o fluxo positivo em 2021, de R$ 70,8 bilhões, era, na verdade, negativo em R$ 7,2 bilhões. O total revisado de 2022, anunciado em 1º de abril, era bem menor que o saldo positivo de R$ 91,1 bilhões informado naquela data: o correto são R$ 64,1 bilhões, informou a B3.

No total, a diferença agora reformulada incluiu um erro de mais de 82 bilhões.

Se somar a revisão da metodologia no cálculo das Ofertas Públicas Iniciais (os IPOs, na sigla em inglês) e as das ofertas subsequentes, os follow ons, essa conta aumenta ainda mais.

Em números: o saldo de estrangeiros no mercado primário de IPOs de 2022 subiu de R$ 3 bilhões para R$ 3,7 bilhões com a nova metodologia. O de 2021, com os IPOs e follow ons, saiu de R$ 31,6 bilhões para R$ 48,7 bilhões. Em 2020, a diferença com o total de IPOs e follow ons foi R$ 11 bilhões – de R$ 29,2 bilhões para R$ 40,36 bilhões. Esse total da variações no mercado primário chega a 112,7 bilhões.

“Com a alteração, serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3. O ajuste oferece maior tempestividade ao dado, reduz a chance de inconsistências no preenchimento das informações e, por ter a mesma metodologia de classificação usada no mercado secundário, permite a conciliação entre os dados de negociação desses investidores nos diferentes mercados. Foram revisados os dados a partir de 2018, após a implementação das clearings integradas, para que reflitam a liquidação financeira realizada em D+2″, acrescenta.

Não deu para entender? Veja a revisão dos números de investidor estrangeiro em 2020, 2021 e 2022, nos mercados primário e secundário.

Marco Antônio Lopes

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO