B3 (B3SA3) aumenta capital social em R$ 9 bilhões

A B3 (B3SA3) informou, na noite da última quinta-feira (15), que seu Conselho de Administração aprovou o aumento de capital da empresa em R$ 9 bilhões. De acordo com o documento apresentado, a operação se dará no dentro do limite do capital autorizado, com o capital social saindo de R$ 3,54 bilhões para R$ 12,54 bilhões.

O capital social da B3, entretanto, permanecerá sendo representado por 2.059.138.490 ações ordinárias. A informação foi revelada por meio de uma rerratificação da ata da reunião ordinária do Conselho realizada em 5 de março deste ano, onde não houve a inclusão de anexos inerentes à reunião.

De acordo com a operadora da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), a proposta foi aprovada por unanimidade entre os conselheiros, mediante a capitalização de reservas de capital e sem a emissãode novas ações, tampouco subscrição de papéis ou conversão de debêntures.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

Com isso, será realizada a transferência dentro do próprio Patrimônio Líquido, sem outras consequências jurídicas e econômicas, com o objetivo de rebalancear a proporção entre as contas de capital da companhia.

B3 esclarece termos para recompra de compra de ações

No segundo anexo adjunto à mesma ata, a B3 esclareceu os termos sobre o novo programa de recompra de ações, vigente desde março deste ano. De acordo com a empresa, o programa tem por objetivo criar uma forma adicional de distribuir a geração de caixa aos acionistas, em adição ao pagamento de proventos na forma de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP).

Além disso, o programa visa a “criação de valor para os acionistas, que pode advir de uma estrutura de capital adequada combinada com o crescimento de resultados e proventos por ação”, além de permitir a entrega de ações a colaboradores e administradores da empresa em função dos planos de incentivos de longo prazo.

Segundo a B3, a quantidade máxima de papéis que podem ser adquiridas ou alienadas no processo é de 21.700.000, com o prazo de 359 dias iniciado em 6 de março deste ano. De acordo com informações da empresa, entre março e setembro deste ano, foram adquiridas 5.829.100 ações, com o preço médio de R$ 45,16, perfazendo um custo de R$ 263,23 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno