Patrocinado por:

ArcelorMittal sai do prejuízo e apresenta lucro de US$ 2,2 bilhões

ArcelorMittal sai do prejuízo e apresenta lucro de US$ 2,2 bilhões
Segundo levantamento da S&P Global, o preço da bobina de aço laminado a quente mais do que dobrou de preço. Foto: Reprodução ArcelorMittal Facebook

A companhia siderúrgica ArcelorMittal reportou, nesta quinta-feira (6), um lucro líquido de US$ 2,29 bilhões (R$ 12,1 bilhões, no câmbio atual) no primeiro trimestre de 2021, com forte influência da alta de preços, impulsionando a receita. O resultado é um revés ao prejuízo de US$ 1,12 bilhão registrado no mesmo trimestre de 2020.

As vendas da ArcelorMittal, sediada em Luxemburgo, subiram de US$ 14,84 bilhões nos primeiros três meses de 2020 para US$ 16,19 bilhões entre janeiro e março.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia, a maior siderúrgica do mundo, somou US$ 3,24 bilhões no primeiro trimestre, ante US$ 967 milhões um ano antes.

Annual Report 2020 ArcelorMittal
Foto: Reprodução

O resultado superou a previsão de analistas fornecida pela própria empresa, de US$ 2,97 bilhões. A ArcelorMittal também reiterou que planeja devolver US$ 570 milhões aos acionistas e pagar 30 centavos de dividendo por ação no mês de junho.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Aciaria desativada desde 2019 no RJ será retomada

No segundo semestre desse ano as operações da empresa no Brasil devem retomar a produção na aciaria da unidade de Barra Mansa, que estava paralisada desde meados de janeiro de 2019.

A retomada, segundo a siderúrgica, é em virtude das demandas do mercado e por perspectivas de crescimento. Com a operação voltando, novas 100 contratações devem ocorrer de forma gradual, já que somente um dos dois fornos da aciaria será ligado.

 

ArcelorMittal lidera esforços para reduzir emissão de CO2

Dentro das metas da gigante siderúrgica está a de neutralizar as emissões de carbono até 2050, com investimento em processos mais limpos e tecnologias de baixo carbono.

Uma quantia significativa da produção de aços longos vem da reciclagem de sucata em fornos elétricos, segundo a companhia, que ressalta que o aço é um produto que pode ser reciclado infinitamente.

Raio X da ArcelorMittal Brasil em 2020:

  • Produção (em toneladas) : 9,5 milhões
  • Volume de Vendas (em toneladas): 9,3 milhões
  • EBITDA Consolidado: R$ 5,1 bilhões
  • Margem EBITDA: 15%
  • Receita líquida consolidada: R$ 33,1 bilhões
  • Lucro líquido: R$ 1,235 bilhões

Atualmente, unidades em território brasileiro, como a de Juiz de Fora (MG), já adotaram a utilização de carvão vegetal como agende redutor do minério de ferro, direcionando os gases emitidos para florestas plantadas.

A maior unidade da ArcelorMittal no Brasil, em Tubarão (SC), é autossuficiente em energia elétrica, abastecendo a si própria com os gases gerados nos seus processos.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião