Ânima e Ser Educacional firmam acordo e extinguem processos judiciais

A Ânima (ANIM3) e a Ser Educacional (SEER3) informaram nesta sexta-feira (30) que chegaram a um acordo, junto à Laureate, para extinguir os processos judiciais e arbitrais nos quais as companhias estavam envolvidas. Ademais, as empresas reconheceram o direito da Ser de receber R$ 180 milhões, conforme previsto no “Transaction Agreement” firmado entre elas em setembro.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

De acordo com comunicado divulgado há pouco, a Ser poderá receber o pagamento em dinheiro, ou em ativos da Ânima, por meio da transferência de 100% das ações da Sociedade Paraibana de Educação e Cultura (Aspec) e da Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura (Socec), mantenedora da Faculdade Internacional da Paraíba (FRB) e do Centro Universitário dos Guararapes (UNIFG). O prazo final para estas operações é 4 de novembro.

Caso o fechamento da transação entre a Laureate e a Ânima Educação não aconteça no prazo de até doze meses, contados da presente data, a Ser poderá renunciar à opção pela dação em pagamento e exigir da Ânima Educação os R$ 180 milhões.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A Ânima também concedeu à Ser uma opção de compra, por valor fixo pré-acordado, que poderá ser exercida no prazo de 60 dias, de 100% das quotas das sociedades mantenedoras das UniRitter, Centro Universitário FADERGS e Centro Universitário Hermínio da Silveira.

Por outro lado, a Ser concedeu à Ânima uma opção de venda de 100% das quotas das sociedades mantenedoras da UniRitter, FADERGS e IBMR.

Se após o vencimento do prazo para exercício das opções (60 dias contados da presente data), tanto de compra quanto de venda, a Ânima Educação pretender vender as mantenedoras da UniRitter, FADERGS e IBMR, a companhia deverá notificar a Ser, antes, para que exerça ou não o direito de preferência na aquisição de referidas mantenedoras, nas mesmas condições da venda pretendida.

A Ânima destacou que todas essas opções estão sujeitas à aprovação da operação entre Ânima Educação e Laureate, além do fechamento da transação entre as partes.

Ser Educacional perdeu a corrida pelos ativos da Laureate para o Ânima

Em sua proposta de aquisição, o Grupo Ânima havia se comprometido a pagar uma multa contratual da Laureate à Ser Educacional. O valor total era de R$ 180 milhões. A Ser Educacional perdeu a corrida pelos ativos da Laureate no Brasil, após ter sua oferta superada em R$ 423 milhões pela da Ânima, segundo informou o grupo no início desta semana. A proposta da Ser era de R$ 4 bilhões para a incorporação das operações da Laureate aos seus negócios.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião