Ambev (ABEV3): lucro líquido dispara 24,9% no terceiro trimestre, para R$ 4,0 bilhões

Ambev (ABEV3) reportou um lucro líquido de R$ 4,015 bilhões no terceiro trimestre de 2023 (3T23), conforme balanço divulgado nesta terça-feira (31). A cifra representa um aumento de 24,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Já o lucro líquido ajustado da Ambev ficou em R$ 4,038 bilhões, aumento de 25,1% frente aos R$ 3,229 bilhões registrados no mesmo intervalo de 2022.

receita líquida da Ambev foi de R$ 20,317 bilhões no trimestre, queda de 1,3% frente os R$ 20,587 bilhões registrados no resultado no mesmo período do ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, foi de R$ 6,854 bilhões, aumento de 17,6% ante o número registrado no mesmo período do ano de 2022.

De acordo com a Ambev, o volume no Brasil ficou praticamente estável (-0,1%), uma vez que a queda no desempenho em Cerveja (-1,1%) diante da forte performance dos anos anteriores (3T20 a 3T22) foi compensada por bebidas não alcoólicas (+2,8%).

Nas operações internacionais da Ambev, o desempenho positivo na América Central e Caribe (“CAC”) (+13,6%) foi mais do que compensado pela América Latina Sul (LAS) (-9,4%) e pelo Canadá (-13,1%), onde os volumes foram impactados principalmente pelas indústrias em queda.

Entre os meses de abril e junho, o resultado financeiro da Ambev ficou em R$ 837,9 milhões, uma redução de R$ 413,2 milhões em relação ao mesmo período do ano passado.

“O 3T23 foi mais um trimestre de crescimento e rentabilidade graças à execução consistente da nossa estratégia, com desempenho positivo da receita líquida e alavancagem operacional”, disse a CEO da Ambev, Jean Jereissati.

“Por fim, o desempenho do quarto trimestre é sempre crítico dada a chegada do verão na América do Sul, mas estamos confiantes em nossa capacidade de entregar pelo terceiro ano consecutivo uma melhora consistente e contínua em termos de crescimento e rentabilidade, com desempenho orgânico consolidado do EBITDA Ajustado à frente do crescimento de 17,1% entregue em 2022, bem como expansão da margem bruta e da margem EBITDA Ajustado”, pontuou a Ambev.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Desempenho das ações da Ambev

Cotação ABEV3

Gráfico gerado em: 31/10/2023
1 Dia

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião