AGENDA

Ação da Embraer (EMBR3) decola e fecha entre as maiores altas do Ibovespa

Ação da Embraer (EMBR3) decola e fecha entre as maiores altas do Ibovespa
Embraer disse que recebeu encomenda adicional de cerca de US$ 1,2 bilhão para a entrega de jatos executivos Phenom 300 para a NetJets, de Warren Buffett. Foto: Divulgação (Embraer)

A ação da Embraer (EMBR3) decolou no pregão dessa segunda-feira (11), após a companhia anunciar um acordo para a venda de 100 aeronaves para a companhia aérea NetJets.

Ao final da sessão de hoje, a ação da Embraer (EMBR3) havia acumulado uma alta de 4,89%, valendo R$ 25,96. Assim, o papel ficou entre as maiores altas do Ibovespa hoje.

O índice acionário, por sua vez, terminou o dia em queda de 0,58%, aos 112.180,48 pontos.

Na manhã desta segunda-feira, a Embraer disse que recebeu encomenda adicional de cerca de US$ 1,2 bilhão para a entrega de jatos executivos Phenom 300 para a NetJets, de Warren Buffett.

O Phenom 300E é o jato leve mais vendido dos últimos nove anos no segmento. O primeiro acordo de compra da NetJets, assinado em 2010, contemplou 50 pedidos para os jatos executivos, mais opções de até 75 aeronaves adicionais.

Novo acordo com a NetJets

A Embraer disse que o novo acordo com a NetJets foi fechado após a entrega de mais de 100 jatos Phenom 300. O novo contrato prevê a entrega de até 100 aeronaves adicionais e que a NetJets, integrante do grupo Berkshire Hathaway, começará a receber o modelo Phenom 300E da nova encomenda no segundo trimestre de 2023, para operação nos Estados Unidos e Europa.

“Com este novo pedido, que inclui um abrangente contrato de serviços, a NetJets não apenas reforça seu compromisso em criar uma experiência aprimorada para o cliente, à medida que a demanda por aviação privada continua a crescer, mas também sua confiança no inovador portfólio da Embraer para oferecer a experiência perfeita a seus clientes”, disse a Embraer, em comunicado.

Veja também:

Embraer exportará 24 jatos aos EUA com financiamento do BNDES

Na última semana, a Embraer informou que fará um financiamento de mais de US$ 500 milhões pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a exportação de 24 jatos comerciais E175 à SkyWest Airlines, dos EUA.

A entrega dos jatos da Embraer está prevista para ocorrer desde agosto passado até abril de 2022.

A linha, do BNDES Exim Pós-embarque, tem desembolsos realizados em reais no Brasil em favor da exportadora (Embraer).

Nesse tipo de operação, a importadora assume o compromisso de pagamento em dólares ao BNDES e há na transação um seguro de crédito com cobertura para riscos comerciais, políticos e extraordinários.

Com informações da Agência Brasil

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião