Robert F Smith Robert F Smith

Robert F Smith

Perfil de Robert F Smith
Nome Completo Robert Frederick Smith
Nascimento 1° de dezembro de 1962
Local de Nascimento Denver, Colorado, EUA
Filhos 7
Nacionalidade Estadunidense
Formação Engenharia química pela Cornell University
Ocupação Empresário
Fortuna US$ 6,7 bilhões
Conhecido Como Robert F. Smith
Estado Civil Casado
Site Oficial https://robertsmith.com/
Redes Sociais Facebook Twitter Linkedin

Biografia de Robert F Smith

A lista dos Bilionários do Mundo de 2021 conta com o nome do afro-americano Robert F Smith, que no período ocupava a 141.º posição entre as pessoas mais ricas do mundo.

Assim, ele foi considerado o homem negro mais rico da América, com patrimônio pessoal acumulado avaliado em US$ 6,7 bilhões.

Quem é Robert F Smith?

Robert F Smith é CEO e fundador da empresa de private equity Vista Equity Partners. A organização foi firmada no ano de 2000, concentrando-se exclusivamente nos setores de software empresarial, dados e soluções habilitadas por tecnologia.

A empresa de Robert F Smith atualmente administra mais de US$ 81 bilhões em ativos de capital. Ela supervisiona mais de 70 empresas de software, dados e tecnologia empresariais, com mais de 75 mil funcionários em todo o mundo.

A vida de Robert F Smith

Robert F Smith
Foto: Chargé d’Affaires Kent

Robert F Smith nasceu no dia 1° de dezembro de 1962, em Denver, Colorado. Ele foi criado por seus pais, que possuíam doutorado em educação. Inspirado por eles, o estudo sempre esteve muito presente na vida de Smith, que se formou na Cornell University em 1985, com bacharelado em engenharia química.  Nesse período ele fez um estágio na Bell Labs.

Mais tarde, Robert F Smith realizou seu MBA na Columbia Business School, atuando como presidente da Black Business Students Association. Além disso, ele foi presidente da Japan Business Association.

Após sua graduação, Smith trabalhou na Goodyear Tire & Rubber Company e depois na Kraft Foods. Foi por lá que ele obteve duas patentes nos Estados Unidos e duas patentes  na Europa, para sistemas de filtração de café.

Após concluir seu MBA em 1994, ingressou no Goldman Sachs, atuando em bancos investimentos ligados à tecnologia. O primeiro foi na cidade de Nova York e depois no Vale do Silício.

ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

No Goldman Sachs, Robert F Smith progrediu de carreira, se tornando co-diretor de sistemas corporativos e armazenamento. Assim, ele executou e aconselhou empresas como Apple, Microsoft, Texas Instruments, eBay e Yahoo em mais de US$ 50 bilhões em fusões e aquisições.

Como resultado de seu excelente trabalho, Smith foi a primeira pessoa no escritório de San Francisco do Goldman Sachs a se concentrar em fusões e aquisições de empresas de tecnologia e software. Ele se manteve no quadro de funcionário do Goldman Sachs até 2000, quando saiu para fundar a Vista Equity Partners.

Início da Vista e atuação

Fundada nos anos 2000, a empresa possui estratégias ligadas ao private equity, capital permanente, crédito e patrimônio público. Desse modo, a Vista Equity Partners procura investir em empresas que desenvolvem e usam tecnologia, software e dados para promover a igualdade econômica, responsabilidade ecológica, diversidade e inclusão para alcançar prosperidade para todos.

A empresa de Robert F Smith acredita que o poder transformador da tecnologia é a chave para um futuro melhor. Assim, gerencia mais de US$ 81 bilhões em ativos e investe exclusivamente em software empresarial por mais de 20 anos.

Para a Vista Equity Partners, esse futuro pode ser então representado por um planeta mais saudável, uma economia mais inteligente, diversificada e comunidades mundiais inclusivas. Isso abriria, segundo a empresa, um caminho mais amplo para a prosperidade.

PLANILHA CONTROLE GASTOS

Por conta disso, ao investir na formação profissional, aumentar o acesso à educação e apoiar as artes, a Vista se tornou gestora de várias organizações. Ela firmou então o compromisso de criar oportunidades para todos, independentemente da raça, etnia, cultura, sexo ou orientação sexual.

Construção de um legado

Robert F Smith é um dos membros mais reconhecidos do Three Comma Club, na tradução “Clube de Três Vírgulas”, nome dado à lista anual da editora Forbes, para as pessoas que possuem mais de um bilhão de dólares no banco. Ou seja, estar no Three Comma Club é ser bilionário.

No entanto, muito mais importante do que participar de uns dos clubes mais seletos do mundo, Robert F Smith acredita que o poder transformador da tecnologia pode ajudar a proteger o planeta e criar um futuro mais sustentável.

Parte dessa crença foi incorporada em sua empresa, que faz sua parte ao medir a pegada ambiental. Além disso, compartilha práticas de redução de emissões em redes corporativas e melhorar continuamente o desempenho ESG da empresa.

Na Vista, há o reconhecimento e responsabilidade de gerenciar as operações, com foco, sobretudo na redução de participação nas emissões de gases de efeito estufa. Para isso, a empresa se comprometeu a se tornar uma organização neutra em carbono.

Filantropia de Robert F Smith

Robert F Smith conhece a filantropia desde muito cedo, quando sua família realizava doações para organizações como o United Black University Fund (UNCF). Esta, por sua vez, financia bolsas de estudo para estudantes negros.

EBOOK 10 LIVROS

Já adulto, Robert Smith deu então vida a Fundação Fund II,  atuando como diretor fundador e presidente. Com isso, se busca ajudar a proteger a experiência e cultura afro-americana para as gerações futuras, mas corrigindo violações dos direitos humanos, promovendo educação musical para jovens e protegendo o meio ambiente.

Como resultado desse importante projeto, o bilionário conseguiu dar voz a uma série de candidatos a estágio na área de STEM, com objetivo de aumentar a diversidade.

Popularidade de Robert Smith

Robert F Smith já era conhecido por todas as causas que se envolvia. No entanto, um fato isolado o fez ficar mundialmente conhecido. O bilionário saiu em todos os canais de mídia quando se comprometeu a libertar os alunos das minorias das dívidas estudantis, que acabavam por limitar as habilidades profissionais dos estudantes.

Desse modo, em seu discurso de formatura no Morehouse College, na Geórgia, em maio de 2019, o bilionário afirmou que reembolsaria todos os empréstimos estudantis devidos por toda a turma de formandos.

Mais tarde, Robert F Smith estendeu o presente, com objetivo de cobrir os empréstimos realizados pelos pais dos formandos. Com isso, a Morehouse afirmou que o valor desembolsado totalizou cerca de US$ 34 milhões.

Além disso, após ter libertado 400 alunos das dívidas de empréstimos estudantis, Smith buscou uma solução mais ampla para os problemas financeiros enfrentados pelos estudantes.

Para isso, o CEO da Vista realizou uma ampla consulta com especialistas em educação e finanças para criar o que hoje é conhecido como Student Freedom Initiative, iniciado através de uma contribuição pessoal de Smith, no valor de US$ 50 milhões.

Student Freedom Initiative

O Student Freedom Initiative trata-se de uma alternativa para o financiamento educacional com base na renda. O programa tem por objetivo oferecer aos alunos uma forma de reinvestir e construir capital em seu futuro.

A solução criada por Robert F Smith foge das diferentes opções de financiamento estudantil. Estes, geralmente, podem consumir até 60% da renda de um jovem após se  formar em uma faculdade afro-americana.

O programa foi lançado no segundo semestre de 2021, com faculdades e universidades historicamente negras. O objetivo é de fornecer orientação, treinamento e oportunidades de estágio remunerado para os alunos STEM juniores e avançados.

Mais recentemente, por volta do mês de outubro de 2020, Smith fez acordo com o DOJ e o IRS. Com isso, ele concordava em pagar US$ 139 milhões pelo seu suposto envolvimento em um esquema de evasão fiscal.

O que achou da trajetória de vida de Robert F Smith? Deixe nos comentários a parte que mais chamou sua atenção.

PLANILHA DA VIDA FINANCEIRA

Ler mais

Perfis Relacionados a Robert F Smith

Ted Turner
Bilionários Ted Turner
Chris Gardner
Investidores Chris Gardner

Compartilhe sua opinião