Philip Green Philip Green

Philip Green

Perfil de Philip Green
Nome Completo Philip Nigel Ross Green
Nascimento 15 de março de 1952
Local de Nascimento Croydon, Surrey, Inglaterra
Filhos 2
Nacionalidade Inglês
Ocupação Empresário
Fortuna US$ 2,4 bilhões
Conhecido Como Philip Green
Estado Civil Casado

Biografia de Philip Green

Quem é Philip Green?

Philip Green é um empresário britânico, dono do Grupo Arcadia. Através dessa companhia, ele possui empresas de varejo que tiveram sucesso, como Topshop, Topman, Dorothy Perkins e Miss Selfridge. Ele atua como um conhecido homem de negócios, juntamente com sua esposa Cristina Green.

Com o sucesso dos investimentos em que esteve envolvido, Philip Green acumulou um patrimônio pessoal bilionário. Além disso, sua figura pública também foi marcada por diversas polêmicas que estiveram presentes em sua vida, apesar do seu reconhecimento como empresário e contribuição para o setor têxtil do Reino Unido.

Philip Green também fez parte de trabalhos filantrópicos e já exerceu atividade na política do Reino Unido. Como empresário, a fonte de riqueza do bilionário se deu então através de empresas do varejo de moda e de fabricação própria, entrando para o seleto grupo dos 10 dígitos em patrimônio líquido.

A trajetória de vida de Philip Green

Philip Nigel Ross Green ou Philip Green como é mais conhecido, nasceu em 15 de março de 1952, em Croydon, Surrey, Inglaterra. Ele nasceu em uma família judia de classe média. Seu pai, Simon Green, trabalhava no setor imobiliário. Assim, ele estudou no colégio interno judeu Carmel College em Oxfordshire.

O pai de Philip Green morreu de ataque cardíaco quando ele era bem jovem, com 12 anos de idade. Por conta disso, os negócios da família acabaram ficando posteriormente com Philip. Ele então começou a trabalhar na importação de calçados em Londres.

Somente após viajar para os Estados Unidos, Extremo Oriente e Europa, ele voltou para Londres, onde abriu seu negócio voltado a importação de jeans. Para iniciar seu empreendimento, Philip Green precisou realizar um empréstimo equivalente a US$ 30 mil de sua família.

Vale salientar que Philip Green iniciou seu primeiro negócio quando ele tinha 21 anos. Os jeans eram importados do continente asiático. Para começar a empreender, ele acabou abandonando a faculdade antes mesmo de ter se formado na área de atuação que escolheu.

Os negócios e empresas adquiridas

Philip Green
Foto: Divulgação/Financial Times

Philip Green realizou a compra de estoques de roupas de grife que estavam a preços de liquidação no ano de 1979. Após essa aquisição, ele realizou procedimentos nas roupas para vendê-las em sua loja tempos depois, de modo que elas ficassem como novas.

Assim, ele se tornou presidente e executivo-chefe da Amber Day, uma empresa do varejo. No ano de 1992, ele acabou deixando o cargo na empresa, já que ela não obteve o lucro que se esperava, embora ela tenha passado no início por um desempenho relevante de suas ações.

Posteriormente, já em 1999, Philip Green comprou o British Home Stores (BHS) pelo valor aproximado de 200 milhões de libras esterlinas. O império de varejo Sears plc no Reino Unido foi desenvolvido a partir da década de 1950, empresa que foi adquirida por Green no ano de 1999.

Do mesmo modo que ele comprou o Grupo Arcadia em 2002 pelo montante de 840 milhões de libras, junto com sua esposa. Embora o empresário também tenha tentado comprar a Marks & Spencer no ano de 1999, essa negociação não obteve sucesso.

O Grupo Arcadia foi então comprado por Philip Green e sua esposa Tina Green. No momento de maior grandeza do grupo adquirido pelo casal, ela era proprietária de grandes empresas do varejo de roupas como:

  • Topshop;
  • Topman;
  • Wallis;
  • Evans;
  • Burton;
  • Miss Selfridge;
  • Dorothy Perkins;
  • Outfit.

As discussões envolvendo Philip Green

A partir de 2009, a British Home Stores (BHS) fez parte do Grupo Arcadia. Mas em 2015 a BHS foi vendida para Retail Acquisitions de Dominic Chappell, por uma quantia simbólica de 1 libra esterlina. Na ocasião, a empresa ficou com uma dívida bilionária e um déficit de pensões de 571 milhões de libras, que gerou depois discussões e episódios polêmicos.

Com o colapso do BHS, que acabou arriscando as pensões de 19 mil trabalhadores, surgiram-se então discussões a respeito do caso, além de críticas feitas a figura de Philip Green. Com o escândalo previdenciário e outras polêmicas, o Parlamento votou favorável a retirada do título de cavaleiro em 2016.

Dessa forma, sua vida acabou passando por uma reviravolta quando foi acusado de abusos sexuais, verbal e também de discriminação racial. Assim, o título de cavalaria que recebeu por sua contribuição na indústria têxtil do Reino Unido acabou ficando comprometido e retirado tempos depois. As polêmicas envolvendo seu nome afetaram diretamente os seus negócios.

Do mesmo modo que a pandemia da Covid-19 também comprometeu o desempenho do Grupo Arcadia, em meio ao fechamento de lojas e tentativa de reestruturação para sua retomada. Apesar disso, Philip e Cristina Green ainda possuem uma fortuna bilionária. Segundo a revista Forbes, o patrimônio líquido do casal é de US$ 2,4 bilhões, com quem desfrutam junto de seus 2 filhos.

O que achou da trajetória de vida de Philip Green? Deixe nos comentários a parte que mais chamou sua atenção.

Ler mais

Compartilhe sua opinião