Gustavo Franco Gustavo Franco

Gustavo Franco

Perfil de Gustavo Franco
Nome Completo Gustavo Henrique de Barroso Franco
Nascimento 10/04/1956
Local de Nascimento Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Formação Economista
Ocupação Economista, professor e consultor
Conhecido Como Gustavo Franco
Site Oficial http://www.gustavofranco.com.br/
Redes Sociais Facebook Twitter Linkedin

Biografia de Gustavo Franco

Quem é Gustavo Franco?

Gustavo Franco é o atual presidente da Fundação Novo, órgão ligado ao Partido Novo, responsável por elaborar propostas para programas de governo. É também CSO da Rio Bravo Investimentos, especializada em investimentos, além de fusões e aquisições.

Durante 28 anos, o economista Gustavo Franco foi filiado ao PSDB. No governo de Fernando Henrique Cardoso atuou como presidente do Banco Central do Brasil.

A gestão à frente do Banco Central do Brasil (Bacen) rendeu a Franco os prêmios de ”Economista do Ano” em 1997, concedido pela Ordem dos Economistas de São Paulo, e Central Banker of the Year, da revista Euromoney.

Antes de assumir o BC, integrou também o time responsável por elaborar e executar o Plano Real.

Biografia de Gustavo Franco

Gustavo Franco
Foto: Daniela Toviansky/AE

Natural da cidade do Rio de Janeiro, Gustavo Henrique de Barroso Franco nasceu em abril de 1956.

É formado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e também mestre em economia pela mesma instituição. A tese de mestrado de Gustavo, defendida em 1982, ganhou o prêmio BNDES de Economia para teses de mestrado.

O trabalho, inclusive, foi publicado como livro: ”Reforma monetária e instabilidade durante a transição republicana”. Além desse trabalho, muitos outros foram publicados.

Em seguida, o economista ingressou e concluiu o doutorado em economia pela Universidade de Harvard (Estados Unidos). A tese mais uma vez foi celebrada, desta vez com um prêmio concedido pela Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec).

Especializado, entre outras áreas, em inflação, passou a lecionar no departamento de economia da PUC-RJ quando retornou ao Brasil.

É autor de diversas obras acadêmicas e livros, entre eles Foreign direct investment and industrial restructuring: issues and trends, traduzido para alguns idiomas.

Gustavo Franco na política

Gustavo seguiu os passos do pai, Guilherme Arinos Lima Verde de Barroso Franco, que foi oficial de gabinete no primeiro mandato de Getúlio Vargas.

Guilherme exerceu a função de chefe de gabinete dos ministros da Fazenda Gastão Vidigal e Horácio Lafer. Foi também figura importante na fundação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES).

A trajetória de Gustavo Franco na política começou em 1993, quando se tornou secretário de política econômica adjunto do Ministério da Fazenda e diretor de Assuntos Internacionais.

Em seguida conquistou a vaga de presidente do Banco Central no governo FHC. Entre uma função e outra, integrou a equipe responsável por pensar e executar o Plano Real, no governo FHC.

Em 2000, quando já era ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco fundou a Rio Bravo Investimentos.

Depois de quase três décadas filiado ao PSDB, Gustavo Franco migrou para o Partido Novo.

No partido, atua como presidente da Fundação Novo, uma think tank responsável por criar propostas para programas de governo, desenvolver estudos de políticas públicas, conduzir atividades de educação política e realizar convênios e parcerias com outras instituições no Brasil e no exterior.

Nos últimos anos, também lançou os O Plano Real e Outros Ensaios e O Desafio Brasileiro: ensaios sobre desenvolvimento, globalização e moeda.

Atualmente é colunista dos jornais Estadão e O Globo. Gustavo Franco também está à frente do Instituto Millenium – uma advocacy think tank, de origem brasileira, criada para difundir uma visão de mundo liberal.

Gustavo Franco e o Plano Real

Gustavo Franco
Foto: Reprodução/YouTube

O economista Gustavo Franco esteve diretamente ligado à elaboração do Plano Real.

Sua participação iniciou em 1993, quando chegou a função de secretário de política econômica adjunto do Ministério da Fazenda e diretor de Assuntos Internacionais.

Franco relatou em uma entrevista à revista IstoÉ que foi o relator, como também o idealizador do padrão bino monetário, que gerou a URV.

Os pontos principais do Plano Real diziam respeito ao ajuste fiscal por meio de cortes radicais aos gastos públicos.No dia 1º de julho de 1994, a moeda Real entrou em vigor.

O programa de estabilização da moeda alcançou seu objetivo rapidamente conseguindo redução drástica na inflação.

Ainda hoje, o real é a moeda utilizada em território brasileiro, mostrando a eficácia do Plano Real em estabilizar a inflação do país. Isso tudo, contou com a participação de Gustavo Franco.

Ler mais

Perfis Relacionados a Gustavo Franco

Compartilhe sua opinião