Fernando Haddad Fernando Haddad

Fernando Haddad

Perfil de Fernando Haddad
Nome Completo Fernando Haddad
Nascimento 25 de janeiro de 1963
Local de Nascimento São Paulo - SP, Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Formação Direito e mestre em economia
Ocupação Político
Conhecido Como Fernando Haddad
Estado Civil Casado
Site Oficial https://haddadoficial.com.br/
Redes Sociais Facebook Twitter

Biografia de Fernando Haddad

Quem é Fernando Haddad?

Fernando Haddad é um político brasileiro, com filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT). Atualmente, é o 155º Ministro da Fazenda do Brasil.

Fernando Haddad atuou como ministro da Educação entre os anos de 2005 e 2012, durante os mandatos de Lula e Dilma Rousseff como presidentes da república. O político também foi prefeito da cidade de São Paulo entre 2013 e 2016.

Formação de Fernando haddad

Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

Fernando Haddad é filho de imigrantes libaneses e nasceu em 25 de janeiro de 1963. Ele cursou o ensino médio no Colégio Bandeirantes, escola particular de São Paulo que atende alunos da sexta série até a conclusão do ensino médio.

Em 1981, Haddad ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), tradicional campo de formação de futuros políticos, graduando-se em 1985.

Em 1990 obteve o título de mestre em economia com a dissertação “O Caráter Sócio Econômico do Sistema Soviético” e em 1996 obteve o doutorado em filosofia, com tese “De Marx a Habermas – O Materialismo Histórico e Seu Paradigma Adequado”, todas pela USP.

Foi após sua graduação na USP que Haddad iniciou suas primeiras atividades na carreira profissional.

ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

Carreira profissional de Fernando Haddad

Fernando Haddad iniciou sua carreira profissional em 1986, como sócio de seu cunhado Paulo Nazar, no ramo de construção e incorporação. Contudo, em 1986, conseguiu um novo emprego, como analista de investimentos do Unibanco, atual Itaú.

Em 1991, foi aprovado para ser professor na USP, tornando-se docente no Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (DCP) em 1997.

Além disso, em 1998, trabalhou como consultor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), participando da criação da Tabela Fipe, índice que verifica os preços de automóveis no país.

Antes mesmo de começar suas atividades, Fernando Haddad iniciou a primeira etapa que o levou a seguir sua principal carreira, e que o tornou fortemente conhecido no Brasil, a política.

Carreira política de Fernando Haddad

Logo após as grandes manifestações nas “Diretas Já” que declararam o fim da ditadura, Haddad deu os primeiros passos na carreira política como presidente da organização militante estudantil da faculdade de direito.

Seu envolvimento com o movimento estudantil e outros grupos contrários ao regime, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), levou Haddad a ingressar no Partido dos Trabalhadores (PT) em 1983, quando o partido tinha apenas três anos.

No entanto, o grande destaque político de Fernando Haddad só veio em 2001, quando a recém-eleita presidente do PT, Marta Suplicy, o nomeou subsecretário da Fazenda de São Paulo, passando dois anos como assessor do então ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Em 2023, no início do primeiro governo Lula (2003 – 2006), Haddad atuou como assessor especial do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, viabilizando parcerias público-privadas (PPPs) na administração federal, mantendo-se no cargo durante um ano.

EBOOK INVISTA COMO BUFFETT

Ministério da educação

Em 2004, Fernando Haddad assumiu o cargo de Secretário Executivo do então ministro da Educação Tarso Genro, coordenando a pasta e um dos maiores projetos do governo petista, o Projeto Universidade para Todos (ProUni).

Em julho de 2005, Tarso Genro deixou o MEC e assumiu a Presidência Nacional do PT, nomeando Haddad para sucedê-lo. Em sua atuação, o político ampliou o ProUni, oferecendo vagas de nível superior em todo o país, ganhando visibilidade no cenário político nacional.

Como resultado, durante os quase sete anos de Fernando Haddad no Ministério da Educação, os estudantes brasileiros tiveram o terceiro maior aumento de notas em avaliações internacionais padronizadas do mundo, atrás de Chile e Luxemburgo, conforme o Programa de Avaliação Internacional de Estudantes.

Fernando Haddad como prefeito de São Paulo

Em 2012, Haddad deixou o Ministério da Educação para se candidatar a prefeito de São Paulo.

O político foi eleito com 55% dos votos no segundo turno, tornando-se o terceiro prefeito de São Paulo pelo PT.

Durante sua gestão, Fernando Haddad supervisionou reformas na infraestrutura de transporte, diminuindo os limites de velocidade nas principais rodovias da cidade e criando faixas e corredores exclusivos para ônibus.

Além disso, seu governo trabalhou arduamente para tornar o transporte público mais acessível à classe trabalhadora, introduzindo pela primeira vez passes ilimitados de ônibus, trem e metrô, onde o transporte público gratuito era oferecido aos desempregados e estudantes de escolas públicas.

Por fim, outro marco da gestão de Fernando Haddad como prefeito foi a instalação de Wi-Fi em espaços públicos, a construção de dois hospitais e escolas e a criação de um fundo para apoiar programas culturais e artísticos na cidade.

Em 2016, Haddad foi derrotado em sua tentativa de reeleição para o candidato do PSDB, João Doria, recebendo apenas 17% dos votos.

EBOOK 10 LIVROS

Candidatura à presidência em 2018

Com Luiz Inácio Lula da Silva, mais conhecido como Lula, condenado e preso em abril de 2018, Fernando Haddad foi oficialmente anunciado pelo PT como candidato às eleições presidenciais daquele ano.

O candidato fez propostas para reverter as políticas econômicas e sociais neoliberais extremas implementadas pelo então presidente Michel Temer, que assumiu após o impeachment de Dilma Rousseff.

No entanto, Haddad e sua vice-presidente, Manuela D’Ávila, do PCdoB, apesar de evitarem uma vitória no primeiro turno de Jair Bolsonaro, que recebeu 46% dos votos efetivos, perderam as eleições, com Bolsonaro obtendo mais de 55% dos votos, ante quase 45% do candidato do PT.

Em suma, apesar da derrota, o político consolidou sua condição de “homem de confiança” de Lula, que ao vencer a candidatura presidencial de 2022, anunciou Fernando Haddad como futuro ministro da Fazenda, após a derrota do político na disputa pelo governo de São Paulo no segundo turno contra o candidato Tarcísio de Freitas.

Fernando Haddad no Ministério da Fazenda

Fernando Haddad, empossou no Ministério da Fazenda em 2023, durante o governo do presidente Lula.

Em momento de transição do governo de Jair Bolsonaro para Lula, Haddad assume um cargo de extrema importância para a economia brasileira.

O Ministério da Fazenda é o órgão responsável pela definição e pela execução da política econômica nacional. Também é responsável pelas contas da União, através da Secretaria do Tesouro Nacional.

Ele é, também, responsável por questões relativas ao imposto de renda, através da Receita Federal.

Foi possível conhecer um pouco mais sobre a carreira e trajetória de vida de Fernando Haddad? Deixe nos comentários suas dúvidas e sugestões.

PLANILHA CONTROLE GASTOS

Ler mais

Perfis Relacionados a Fernando Haddad

Bernard Appy
Economistas Bernard Appy
Marcos Lisboa
Economistas Marcos Lisboa

Compartilhe sua opinião