Edgard Corona Edgard Corona

Edgard Corona

Perfil de Edgard Corona
Nome Completo Edgard Gomes Corona
Nascimento 1958
Nacionalidade Brasileiro
Formação Engenheiro químico
Ocupação CEO da Bio Ritmo
Conhecido Como Edgard Corona
Site Oficial https://www.bioritmo.com.br/
Redes Sociais Linkedin

Biografia de Edgard Corona

Quem é Edgard Corona?

Edgard Corona é fundador e CEO da Bio Ritmo, uma das principais empresas do segmento de atividade esportiva do Brasil e em outros países da América Latina. Ele também é CEO e acionista majoritário da conhecida rede de academias Smart Fit, que faz parte do grupo da Bio Ritmo.

Além da criação do Grupo Bio Ritmo, a história de Edgard Corona também é conhecida por ele ser um dos precursores no processo de gestão em negócios voltados para prática esportiva.

Edgard ainda é conhecido por sua trajetória profissional, sendo que anteriormente trabalhou no setor industrial. Em paralelo a sua carreira, ele também se tornou uma figura notória por seu posicionamento político e por figurar no programa.

Biografia de Edgard Corona

Após concluir o colegial no Colégio Santo Américo, Edgard Gomes Corona ingressou no curso de engenharia química da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), instituição de ensino que estudou entre os anos de 1974 e 1979.

No início dos anos 80, Edgard começou a trabalhar na Açucareira Corona, indústria de sua família. Na época em que iniciou sua trajetória no negócio, a empresa enfrentava dificuldades financeiras.

Assim, visando reverter a situação, Corona assumiu um posto de COO do grupo. Como diretor de operações, o executivo foi diretamente responsável pela recuperação do negócio.

Após implementar um modelo de gestão moderno para o período, a Açucareira volta a ser competitiva. Desse modo, à medida que apareceram os resultados, Edgard ganhou cada vez mais espaço na empresa.

Contudo, na metade dos anos 90, houve problemas internos que fizeram com que Corona deixasse a empresa.

Simultaneamente ao fim de sua trajetória no grupo, Edgard já estava ligado à gestão de uma academia que era ativo de sua família. Com sua saída do setor açucareiro, Corona passou a se dedicar exclusivamente ao negócio.

Edgard Corona e a Bio Ritmo

Edgard Corona
Foto: Divulgação/Sony Channel

Buscando um novo caminho para sua carreira profissional, Edgard fundou a Bio Ritmo Academia no ano de 1996.

Da mesma forma que ele fez na indústria açucareira, o objetivo do empresário era implementar um novo modelo de gestão para negócios do segmento esportivo. Contudo, a Bio Ritmo não conseguiu se desenvolver nos anos iniciais.

No início do milênio, Edgard abriu uma filial da academia Bio Ritmo na Avenida Paulista. O objetivo do executivo era atender aos trabalhadores da região que tinham pouco tempo para praticar atividades físicas.

A iniciativa deu certo e a Bio Ritmo começou a ganhar destaque no segmento, com novas unidades sendo abertas em outras cidades.

Simultaneamente ao crescimento da empresa, Edgard começou a frequentar congressos sobre o setor fora do país.

Ao passo que o executivo trocava experiências com outros gestores da área, ele elaborava um novo modelo de empresa para o setor.

Em 2008, Edgard Corona fundou a Smart Fit (SMFT3), modelo de academia cujo foco é oferecer seus serviços a preços mais baixos dos praticados no mercado. Outra novidade empregada pelo negócio era a padronização de suas unidades.

Assim, a Bio Ritmo se tornou um grupo, responsável pela academia Smart Fit. Edgard implementou as alterações em seu negócio, que ao longo da década seguinte se tornou referência no país, com presença em todas as regiões.

Além disso, a Smart Fit começou a se posicionar em outros países da América Latina. Nesse meio tempo, o grupo alcançou o posto de 5.ª maior rede de academias esportivas do mundo.

Todos esses fatores contribuíram para que o dono da Smart Fit, Edgard Corona se posicionasse entre os principais empresários do país, especialmente por sua atuação como CEO do grupo.

Smart Fit na B3

Edgard Corona
Foto: Divulgação/Sony Channel

As ações da rede de academias Smart Fit, com papel de negociação SMFT3, subiu 34,78% em sua estreia na B3. O primeiro dia da IPO da SMFT3 foi de R$ 2,3 bilhões. Na ocasião, que ocorreu em meados de 2021, a fortuna de Edgard Corona se elevou para R$ 1,6 bilhão, conforme estimou a Forbes.

Com isso, a empresa ofereceu 100 milhões de ações, o que fez com que na época a participação de Corona fosse de 9,07%. Apedar disso, importante dizer que ele não vendeu nenhuma das suas 51 milhões de ações ordinárias da Smart Fit. O que ocorreu é que o aumento da oferta de ações diluiu sua participação de 11% para os mais de 9%.

A demanda pelos papéis da Smart Fit teve um volume 20 vezes maior que o das ações ofertadas. A oferta de ações da empresa foi coordenada pelas companhias:

  • Itaú BBA;
  • Morgan Stanley;
  • Santander Brasil;
  • BTG Pactual;
  • ABC Brasil.

A empresa de Edgard Corona tinha a pretensão de fazer uma IPO desde o final de 2018. No entanto, a iniciativa se concretizou apenas no ano de 2021, visto que tempos antes a companhia ainda esperava por um valuation melhor.

Edgard Conora no Shark Tank

No ano de 2017, o programa Shark Tank Brasil  Negociando com Tubarões, contou com a primeira participação de Edgard. O empresário se juntou ao time dos Sharks para trazer seus ideais de inovação.

No episódio que o empresário participou, Edgard conheceu uma empresa de aluguel de bicicletas. Além disso, a ocasião contou com uma franquia de bebida asiática. Do mesmo modo, a edição do Shark Tank apresentou um produto que substituiria o gesso para lesões corporais.

A relevância de Edgard para o programa está justamente na sua grande experiência como empresário. No ano de 2020, a Forbes estimou o patrimônio líquido do empresário em cerca de R$ 1,1 bilhão. Após o IPO da Smart Fit, em julho de 2021, a fortuna de Edgard Corona foi para R$ 1,6 bilhão.

O que achou da trajetória de vida de Edgard Corona? Deixe nos comentários a parte que mais chamou sua atenção.

Ler mais

Compartilhe sua opinião