DIVIDENDOS

XMAL11, ETF da XP que replica o SMLL, começa a ser negociado na B3

XMAL11, ETF da XP que replica o SMLL, começa a ser negociado na B3
Evento com toque de campainha de lançamento do ETF. Foto: Cauê Diniz B3 Divulgação

A B3 (B3SA3) iniciou nesta terça-feira (20) a negociação de cotas do Trend ETF Small Caps (XMAL11), fundo de índice gerido pela XP Asset Management.

O ETF tem como referência o Índice Small Cap (SMLL), o qual acompanha o desempenho médio das cotações de ativos de empresas de baixa capitalização da Bolsa de Valores de São Paulo. São 110 companhias que integram setores variados, desde o segmento de energia, siderurgia, mineração, construção, transporte, vestuário, alimentos e viação aérea até o bancário, shopping centers e gestão ambiental.

Veja as 10 maiores posições da carteira teórica do SMLL:

CódigoAçãoTipoQtde. TeóricaPart. (%)
PRIO3PETRORIOON NM807.220.4153,816
AZUL4AZULPN N2327.262.6163,338
EMBR3EMBRAERON NM736.143.1053,308
LWSA3LOCAWEBON NM427.663.7482,928
YDUQ3YDUQS PARTON NM300.483.5752,497
GOAU4GERDAU METPN N1693.699.9182,472
LCAM3LOCAMERICAON NM323.763.0772,414
BRML3BR MALLS PARON NM843.728.6842,277
TAEE11TAESAUNT N2218.568.2742,159
STBP3SANTOS BRPON NM857.995.2112,048

“O novo ETF XMAL11 é referenciado em um índice de retorno total, ou seja, que além das variações nos preços dos ativos que compõem sua carteira teórica também reflete o impacto potencial da distribuição de proventos”, explicou Felipe Paiva, Diretor de Relacionamento com Clientes da B3. “Essa é mais uma opção para o investidor que busca diversificar com exposição nos ativos regionais”, completou.

O produto tem taxa de administração de 0,30% ao ano e se trata possivelmente de mais um ativo na guerra dos ETFs.

Hoje, além do XMAL11, existem mais dois ETFs que replicam o SMLL: o SMALL11 e o SMAC11, da BlackRock (BLAK34) e da Itaú Asset, respectivamente. Ambos têm taxa de administração de 0,50% ao ano.

No mês passado, a XP lançou o BOVX11, ETF que replica o índice Ibovespa, com a propaganda de ser o fundo de índice cuja taxa era a menor do mercado. O Itaú Unibanco (ITUB4) baixou a taxa de administração do BOVV11, em seguida. A XP parece ter feito sua jogada.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se