Após apagão mundial, WhatsApp, Facebook e Instagram voltam a funcionar

Os serviços do WhatsApp, Facebook e Instagram voltaram a funcionar após ficarem fora do ar por cerca de 2h na manhã neste domingo (14).

Usuários começaram a relatar problemas no  WhatsApp, Facebook e Instagram por volta das 8 horas. As regiões mais afetadas, segundo o site downdetector.com, foram a Costa Leste dos Estados Unidos, o México, a Europa, o Sudeste Asiático e o Sudeste do Brasil.

Saiba mais: Facebook, Whatsapp e Instagram voltam ao normal após instabilidade

No pico das reclamações, mais de 12 mil usuários disseram que não conseguiram acessar os aplicativos. O site Outage Report, que registrava problemas globais nos serviços, também recebeu relatos de usuários. Por vola das 10 horas o serviços foi normalizado.

Fusão entre WhatsApp, Messenger e Instagram

Todas as plataformas afetadas pelo apagão tem previsão de serem unidas pelo Facebook. A ideia é que os usuários da rede social consiga conversar com alguém que utiliza só o WhatsApp.

Os aplicativos terão que ser redesenhados para que possam oferecer a funcionalidade. O projeto está em fase inicial. A previsão é que a fusão termine no final deste ano ou começo de 2020. Além disso, o novo sistema prevê criptografia ponta a ponta. Dessa forma, só os participantes das mensagens terão acesso ao conteúdo da conversa. Apenas o WhatsApp possui tal sistema.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

“As pessoas querem cada vez mais se conectar privadamente no equivalente digital a uma sala de estar. Pensando no futuro da internet, eu acredito que uma plataforma de comunicação focada na privacidade se tornará ainda mais importante do que as plataformas abertas que temos hoje”, afirmou o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

Saiba mais: Zuckerberg anuncia integração entre Whatsapp e Facebook Messenger

Segundo o CEO da rede social, em alguns anos, as futuras versões do Messenger e do Whatsapp vão se tornar o principal meio de comunicação no Facebook. “Nós estamos focados em tornar ambos os aplicativos mais rápidos, simples, privados e seguros, incluindo com uma criptografia end-to-end. Planejamos adicionar mais meios para se interagir privadamente com seus amigos, grupos e negócios”.

Renan Dantas

Compartilhe sua opinião