Weg (WEGE3): banco reforça visão construtiva, citando ‘ventos favoráveis para o setor’

Em relatório mais recente sobre a Weg (WEGE3), o Itaú BBA reforçou sua perspectiva construtiva para a companhia em 2024, com ventos favoráveis para o setor. O banco comparou os últimos resultados da concorrente japonesa Nidec, líder na fabricação de motores elétricos, sugerindo uma demanda positiva para os segmentos industrial e de infraestrutura.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Os analistas do Itaú BBA mencionaram que os resultados do 1T24 da divisão de eletrodomésticos, produtos comerciais e industriais da Nidec mostraram aumento na receita de 5% na base trimestral e de 7% na base anual, além de margens operacionais estáveis na comparação trimestre a trimestre.

O banco também cita que a empresa, mais uma vez, mencionou ventos favoráveis nas vendas de motores para geradores de energia, observando boa demanda nos setores industrial e de infraestrutura, enquanto os eletrodomésticos ficaram para trás e enfrentam uma tendência ainda acomodatícia.

“O comunicado trouxe uma mensagem positiva em termos de demanda e nenhuma bandeira amarela sobre rentabilidade (nem para a Nidec nem para o setor) para o negócio automotivo da Weg no exterior”, disseram os analistas.

Ainda de acordo com o Itaú BBA, a Nidec mencionou uma perspectiva positiva tanto para crescimento quanto para a rentabilidade futura e, embora pareça contar mais com fatores micro do que macro, os comentários não trouxeram preocupações em relação à demanda e pressão nas margens para a Weg (WEGE3).

“O números do 1T24 da Nidec seguem a leitura positiva dos resultados da ABB na semana passada, reforçando nossa visão construtiva sobre a Weg”, completa a casa.

O Itaú BBA tem recomendação ‘outperform’ para as ações da Weg, equivalente a ‘compra’, com preço-alvo a R$ 47,00.

Weg (WEGE3): Itaú BBA projeta virada positiva em breve; veja recomendação

Em outro relatório sobre a Weg, o Itaú BBA reforçou otimismo para a companhia diante de perspectivas para o primeiro trimestre deste ano. O banco comparou os últimos resultados da concorrente suíça ABB e sugeriu uma potencial inflexão para a empresa brasileira nos próximos meses.

Os analistas do Itaú BBA mencionam que os resultados da divisão motion da ABB – comparável aos negócios de energia da Weg – teriam apresentado tendência de recuperação com ventos favoráveis de preços positivos; demanda robusta em negócios relacionados a projetos e sistemas, além de baixa demanda de ciclo curto, embora com sinais de recuperação, indicando potencial inflexão ascendente no ciclo.

O banco também cita a carteira de pedidos da ABB, que chegou ao maior patamar histórico, além de melhorias nas margens da companhia.

Neste sentido, como possível recuperação do mercado, os analistas do Itaú BBA entendem que o pior já teria ficado para trás para a Weg, mencionando tendências favoráveis da ABB em procura de ciclo longo, além da expansão nas encomendas, “o que mitiga as preocupações dos investidores em relação aos resultados da Weg”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Desempenho das ações

No intradia, as ações da Weg (WEGE3) caíam 0,18%, cotadas a R$ 38,20. No mês, os papéis caem 0,52%, enquanto no ano, sobem 3,94%.

Cotação WEGE3

Gráfico gerado em: 23/04/2024
5 Dias

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião