Waldery Rodrigues deve renunciar nesta quarta, dizem fontes

Waldery Rodrigues deve renunciar nesta quarta, dizem fontes
O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, deverá apresentar seu pedido de renúncia nesta quarta-feira (16), segundo fontes próximas ao governo.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

O ministro da Economia, Paulo Guedes estaria aguardando a saída de Waldery Rodrigues após as tensões provocadas pelas mudanças do programa “Renda Brasil”, que irritaram o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em particular, o secretário havia falado com a imprensa indicando que o governo estava trabalhando em uma desvinculação de aposentadorias e pensões do salário mínimo para financiar o Renda Brasil. A declaração de Rodrigues não repercutiu bem dentro do governo federal e teria desagradado a ala política que defende aumento de gastos.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Quem porventura venha propor para mim uma medida como essa só posso dar um cartão vermelho”, respondeu Bolsonaro em um vídeo publicado na última terça-feira (15), onde anunciou que não se falaria mais em Renda Brasil até o final de seu mandato.

Waldery também colecionou opositores dentro do governo por congelar o projeto que prevê a liberação de R$ 6,3 bilhões. Desse total, R$ 3,3 bilhões seriam destinados a parlamentares e o restante repartido entre os Ministérios do Desenvolvimento Regional e o de Infraestrutura. O secretário está o texto estacionado na gaveta há pelo menos duas semanas, o que estaria levantando problemas com a base do governo federal no Congresso.

De acordo com o jornal “O Globo”, a equipe econômica busca arquitetar uma saída honrosa para Waldery, como uma posição em um organismo internacional.

Waldery Rodrigues amplia lista de baixas de Guedes

Caso a saída do secretária venha a se confirmar, Waldery Rodrigues ampliará ainda mais a lista de nomes ligados ao ministro da Economia que deixaram o governo do presidente Jair Bolsonaro.

No início do ano passado, o economista Joaquim Levy foi desligado do cargo de chefe do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por conta de não avançar na procura da chamada “caixa preta” da instituição estatal. Ainda em 2019, o secretário da Receita Federal Marcos Cintra deixou a cadeira depois de defender publicamente a adoção de um imposto sobre pagamentos, tal a Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF).

Com a virada do ano e a pandemia do novo coronavírus, foi a vez do secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, pedir para pular fora da equipe econômica do governo. A saída do economista, no entanto, já era esperada desde o ano passado.

Ao lado de Mansueto, os secretários de Desburocratização e Gestão, Paulo Uebel, e de Desestatização, Salim Mattar, deixaram os cargos em julho. Assim como Waldery Rodrigues, os profissionais alegaram insatisfação com a resistência do governo em avançar nos projetos de suas áreas.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião