Via Varejo (VVAR3): CVM abre processo para analisar oscilação atípica de ações

Via Varejo (VVAR3): CVM abre processo para analisar oscilação atípica de ações
A ação da Via Varejo (VVAR) negociada na B3 encerrou a última sexta-feira (8) apresentando uma alta de 2,98%, valendo R$ 15,53.

Após uma movimentação incomum nas ações da Via Varejo (VVAR3) no dia 21 de dezembro do ano passado, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou que abriu um processo para investigar o que causou tais oscilações, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.

Naquela segunda-feira, a ação da Via Varejo iniciou a sessão apresentando uma queda de 10,8%, valendo R$ 15,00, ao passo que havia encerrado o pregão anterior cotada em R$ 16,82. Além disso, o papel chegou a valer R$ 14,71 na mínima do intervalo, o que equivale ao valor mais baixo desde o último mês de junho.

Na primeira meia hora após a abertura das negociações na Bolsa de Valores, foram negociados cerca de 17 mil ações, de acordo com dados da B3. Geralmente, são negociados 2,5 mil papéis nesse início da sessão.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Fabio Bonchristiano, da Íris Investimentos, explicou ao Jornal “Folha de São Paulo” que “em situações como essa, a Bolsa precisa entender de fato o que está acontecendo e, dependendo da situação, invalidar os negócios praticados. Essas negociações chegaram a ultrapassar os R$ 50 milhões logo no começo do pregão, respondendo por uma porcentagem relevante do total negociado no dia”.

Além disso, fontes informaram ao jornal que as ações da companhia teriam sido objeto de leilão de abertura, que gerou 1.475 negócios. A Bolsa confirmou que os papéis foram colocados em leilão naquela data.

Segundo uma fonte informou à Folha, as oscilações poderiam ter sido causadas por uma operação gerida pela Necton. No entanto, outras fontes do mercado especulam que um operador possa ter digitado errado quando tenha ido comprar ou vender as ações.


“Quem vendeu perdeu dinheiro, mas quem comprou, ganhou muito. A possibilidade de um operador cometer erros, existe. Mas cabe à Bolsa não deixar isso passar”, disse Bonchristiano.

Última cotação da Via Varejo

A ação da Via Varejo (VVAR) negociada na B3 encerrou a última sexta-feira (8) apresentando uma alta de 2,98%, valendo R$ 15,53.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião