Varejo: com melhora no sentimento, investidores estão aumentando exposição no setor, diz XP; veja as ações preferidas

Uma pesquisa realizada pela XP (XPBR31) sobre o atual posicionamento e percepção dos investidores em relação ao varejo revelou que o sentimento vem melhorando e começa a refletir um posicionamento mais positivo, com melhores resultados trimestrais levando o mercado a aumentar a exposição no setor.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Ao todo, cerca de 50 respondentes participaram do levantamento da XP, sendo a maioria (68%) de fundos ‘long only’, ou seja, aqueles que adotam somente a estratégia comprada, visando a valorização dos ativos em que investem em determinado prazo.

“Alta-renda continua a maior convicção, com Vivara (VIVA3) se destacando e ainda sendo o nome mais acompanhado para um possível ponto de entrada, enquanto a exposição a varejistas alimentares aumentou significativamente desde outubro de 2023, provavelmente em cima da recuperação da inflação alimentar”, pontuou a XP.

No entanto, a análise identificou que a melhora do sentimento ainda não se reflete totalmente no posicionamento. “De acordo com nossa pesquisa, o sentimento em relação ao setor está mais construtivo, com 91% dos investidores neutros ou otimistas, em comparação com 63% na última pesquisa”, lembra a casa.

A XP questionou os entrevistados sobre o que os levaria a aumentar a exposição a esse setor, sendo a ‘recuperação dos resultados das companhias’ (50%) a mais votada, seguida por ‘fatores macroeconômicos’ (30% versus 8% anteriormente), que ganharam relevância em cima das discussões tributárias (7% versus 20%) após a aprovação da MP 1185.

Além disso, a ‘dinâmica de resultados’ ainda é o principal critério considerado para adicionar um papel de varejo à carteira, seguida por ‘valuation’ e ‘risco de execução’, superando ‘estratégias de longo prazo’.

Ainda de acordo com a XP, o cenário macroeconômico continua sendo o principal risco a ser monitorado, enquanto os temores sobre as implicações das recentes discussões tributárias foram mencionados por 30% dos investidores.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Varejistas de alta renda são as preferidas pelos investidores, diz pesquisa da XP

A casa destaca ainda que as varejistas de alta renda continuam a ser, de longe, as ações mais consensuais, tidas por 74% dos investidores, seguida por um posicionamento mais pesado nas varejistas alimentares, com 50% dos entrevistados – em comparação com 25% anteriormente.

Em termos das maiores convicções, Vivara (41%), Mercado Livre (39%) e Arezzo (28%) se destacam, enquanto Natura (24% versus 4% anteriormente) ultrapassou Lojas Renner (LREN3) e agora ocupa a 4ª posição.

“Observamos que Vivara (28%) e Arezzo (26%) são os nomes mais monitorados, seguidos por SmartFit (24%), enquanto o interesse pelo Grupo Soma (SOMA3) e pela Raia Drogasil (RADL3) diminuiu fortemente (-20 pontos percentuais e -24 pontos percentuais, respectivamente)”, conclui a pesquisa da XP sobre o varejo.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Giovanni Porfírio Jacomino

Compartilhe sua opinião