Vale (VALE3) vende minas de ferro e manganês para a J&F, por R$ 1,2 bilhão

Em busca de simplificação de portfólio e para focar nos principais negócios e oportunidades de crescimento da empresa, a Vale (VALE3) acertou a venda das minas de ferro e manganês, localizadas em Mato Grosso do Sul, para a J&F Investimentos, por R$ 1,2 bilhão – incluída a dívida.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

A J&F Investimentos é dona da JBS (JBSS3), empresa de proteína animal, e da Eldorado Brasil, empresa de celulose. Com a compra das minas da Vale, a holding da família de Joesley Batista entra para o setor de mineração.

Segundo a Vale, o sistema de mineração Centro-Oeste produziu 2,7 milhões de toneladas de minério de ferro e cerca de 200 mil toneladas de minério de manganês em 2021, contribuindo com US$ 110 milhões em lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebtida, na sigla em inglês) da companhia no ano.

Com a aquisição, a J&F pretende criar uma “JBS da mineração“, informaram as fontes ao Valor Econômico. Nesse sentido, a empresa deve começar a avaliar novas aquisições para crescer e se tornar um player relevante no setor nos próximos anos.

Atualmente, a JBS é uma das maiores indústrias de alimentos do mundo e registrou lucro líquido recorde no consolidado de 2021, de R$ 20,48 bilhões. Em termos de receita, o montante anual chegou a R$ 350,7 bilhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Sistema Centro-Oeste de mineração da Vale

A estrutura da Vale na região de Corumbá (MS), onde se encontram as minas, foi adquirida em 2009 e o valor da negociação foi de US$ 750 milhões.

A estrutura envolve a mina Urucum, que fica a 22 km de Corumbá e possui exploração a céu aberto de minério de ferro, além de uma mina subterrânea de minério de manganês. Outra mina do sistema é a de Santa Cruz, que tem várias frentes de lavra.

A Vale tem também nessa estrutura o pátio de expedição Pé da Serra, pátio de escoamento e pátio ferroviário Antônio Maria, pátio de expedição Tupacery, Porto Gregório Curvo e Terminal Portuário Granel Química (Ladário).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Segundo os relatórios de produção da Vale, as minas do Mato Grosso do Sul não são as mais lucrativas para a mineradora. O Sistema Centro-Oeste é o que tem o menor volume em extração de minério de ferro diante das outras unidades:

  • Centro-Oeste: 795 mil toneladas
  • Norte: 50 milhões de toneladas
  • Sudeste: 18,6 milhões de toneladas
  • Sul: 12,9 milhões de toneladas.

Atualmente, a Vale emprega 1 mil pessoas no Sistema Centro-Oeste e seu último grande investimento na região foi de US$ 750milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno