Vale (VALE3) vende sua fatia em siderúrgica na Califórnia por US$ 400 milhões

A Vale (VALE3) vendeu toda a sua fatia na siderúrgica norte-americana California Steel Industries (CSI), por US$ 400 milhões (cerca de R$ 2,24 bilhões na cotação atual), para a Nucor Corporation, informa comunicado ao mercado desta segunda-feira (13).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

A CSI foi criada em 1984 por meio da subsidiária da Vale no Canadá, a Vale Canada Limited, joint venture da mineradora com a japonesa Kawasaki Steel Corporation, hoje parte da JFE Holdings, que possui a participação restante na California Steel.

A mineradora brasileira possuía 50% das ações da companhia, que é especializada em aços laminados planos e tubos e que produz cerca de 2,5 milhões de toneladas de aço por ano.

Agora, a participação da Vale pertence à Nucor Corporation, companhia americana sediada na Carolina do Norte e  uma das maiores do setor siderúrgico global.

O fechamento da operação está previsto para o primeiro trimestre de 2022, sujeito às condições precedentes usuais deste tipo de negociação.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

“A transação reforça a disciplina de capital da Vale, focando em seus negócios core e o compromisso com um portfólio mais enxuto”, diz a mineradora em documento.

Potencial de upside de 50,7%: BTG Pactual reitera compra

O banco BTG Pactual digital reforçou a recomendação de compra de ações da Vale, e atribuiu potencial de valorização de até 50,7% no próximo ano, ao preço alvo de R$ 115.

Segundo o banco, “para além da volatilidade de curto prazo“, a empresa tem a seu favor uma baixa taxa de alavancagem, inferior a 1, dívida líquida inferior aos lucros da companhia, bem como a indicação de “retornos de caixa consideráveis à frente”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

O relatório também destaca que, apesar das dificuldades no mercado imobiliário chinês, que responde por boa parte da demanda de aço no mundo, a Vale tem estabilidade operacional e demonstra capacidade de aumentar a produção de minério de ferro, cortar custos e reforçar a agenda ESG.

Ainda que o preço do minério de ferro fique abaixo de US$ 90/ton, a expectativa é que a empresa pague mais de 10% de dividendos em 2022.

Leia também:

Cotação da Vale nesta segunda (13)

Acompanhando o minério de ferro no exterior, a cotação da Vale sobe nesta segunda, +3,77% por volta das 11:13 (Horário de Brasília), valendo R$ 78,51.

Nos últimos 12 meses, os papéis da Vale passaram por forte volatidade, chegando a valer R$ 107 na máxima e R$ 61,85 na mínima. Hoje, a empresa acumula 10,40% de valorização no período.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2021/09/960x136-1-1.png

Monique Lima

Compartilhe sua opinião