Vale (VALE3): produção de minério de ferro sobe 18,1% no 3T21

Vale (VALE3): produção de minério de ferro sobe 18,1% no 3T21
Foto Divulgação Vale

A  produção de minério de ferro da Vale (VALE3) totalizou 89,4 milhões de toneladas no terceiro trimestre deste ano, o que equivale a um salto de 18,1% na comparação trimestral e de 0,8% na anual. A informação foi divulgada nesta terça (19) pela mineradora em seu relatório trimestral de produção e vendas.

Segundo a Vale, o resultado foi impulsionado por:

  • Melhora sazonal das condições climáticas no Sistema Norte, aumentando o desempenho de Serra Norte e S11D;
  • Aumento da produção de Vargem Grande por processamento a seco com o ajuste do fluxo de uma de suas plantas de processamento a úmido;
  • Melhor desempenho de Itabira com a melhora do run of mine (ROM) disponibilizado;
  • Maior compra de terceiros
  • Fábrica atingindo sua capacidade total de 6 Mtpa, após a retomada do processo de beneficiamento no segundo trimestre de 2021.

A produção de pelotas da Vale no trimestre alcançou 8,3 milhões de toneladas, contra 8 milhões de toneladas no trimestre anterior, o que representa um avanço de 4,1%. Já na comparação ano ano, a queda é de 2,6%.

Somados, os finos de minério e pelotas atingiram 75,9 milhões de toneladas de vendas no terceiro trimestre, resultado tratado como “em linha” pela Vale frente aos três meses imediatamente anteriores.

O prêmio do minério de ferro foi de US$ 6,6 por tonelada, o que representa US$ 1,8 abaixo do verificado no segundo trimestre deste ano. Segundo a empresa, o motivo foram os menores prêmios pagos a minérios de baixo teor de alumina, como o BraziliaN Blend Fines (BRBF) da Vale. Outro motivo é a menor contribuição do negócio de pelotas.

Já a produção de minério de manganês chegou a 108 mil toneladas entre julho e setembro, enquanto no mesmo período de 2020 somava 109 mil toneladas.

A produção de carvão passou de 1,402 milhão de toneladas ao final de setembro de 2020, para 2,497 milhões de toneladas no terceiro trimestre desse ano, um salto de 78,1%.

A de níquel caiu 21,8% na comparação ano a ano, e somou 30,2 mil toneladas durante julho e setembro desse ano. Ao mesmo tempo, a produção de cobre caiu 21%, para 69,2 mil toneladas.

Produção de cobre cai na comparação trimestral

A Vale  informou ainda que a produção de níquel acabado foi de 3 27,2% inferior ao segundo trimestre deste ano, “principalmente devido à paralisação dos funcionários em Sudbury, que interromperam as operações por 70 dias, dos quais 40 dias no 3T21, com um impacto de 11 kt na produção de níquel acabado no trimestre. Além disso, Onça Puma passou por uma manutenção prolongada durante o 3T21, com a retomada da produção no final de setembro.”

Em relação à produção de cobre, a mineradora apontou que foi 5,7% menor em comparação ao segundo trimestre, “principalmente devido à paralisação dos trabalhadores em Sudbury, que afetou a produção total de cobre em 16kt no trimestre. Isto foi parcialmente compensado por um desempenho mais robusto em Sossego, uma vez que a disponibilidade da planta aumentou no trimestre após a conclusão da manutenção programada no 2T21.”

Além disso, a companhia falou sobre suas expectativas de produção para esse ano. A Vale espera produzir de 45 mil toneladas a 50 mil toneladas de níquel e cerca de 75 a 80 mil toneladas de cobre no quarto trimestre. Esses números resultariam em uma produção de aproximadamente 170 mil toneladas de níquel e 300 mil toneladas de cobre para o ano.

Para o minério de ferro, a previsão é para uma produção entre 315 milhões a 335 milhões de toneladas para o final do ano.

Vendas de minério de ferro da Vale crescem 3,2%

Em relação às vendas, a Vale apontou que as de minério de ferro cresceram 3,2% na comparação anual para 67,844 milhões de toneladas ao final do terceiro trimestre.

Já as vendas de carvão saltaram 91,9% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para 2,640 mil toneladas ao final de setembro desse ano.

Por outro lado, as vendas de minério de manganês da Vale caíram 74,1% na mesma base comparativa, para 111 mil toneladas métricas.

As vendas de cobre somaram 65,4 mil toneladas ao final de setembro, ante 80,6 mil toneladas vendidas um ano antes, o que representa uma queda de 18,9%.

A Vale vendeu 41,8 mil toneladas de níquel no terceiro trimestre desse ano, resultado 16,7% menor do que o anotado no terceiro trimestre de 2020.

Cotação da VALE3

A ação da Vale (VALE3) encerrou o pregão de hoje em queda de 1,15%, valendo R$ 79,00 antes da divulgação do relatório.

No ano, o papel da mineradora acumula uma queda de 9,66%, frente ao fechamento a R$ 87,45 ao final de dezembro de 2020.

(Com Estadão Conteúdo)

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!